.

"Como todos sabem, há diversas modalidades de Estado. Os estados socialistas, os estados capitalistas e o estado a que chegámos" na Figueira.

sábado, 26 de maio de 2012

Só nada explicaria tudo!..

O juiz jubilado do Tribunal de Contas Carlos Moreno considerou «chocante» a rentabilidade que o Estado garante aos privados nas parcerias público-privadas. 
Nada explica tudo, o que não é exactamente a mesma coisa que dizer que não há nada que explique tudo. Com que então andamos a viver acima das nossas possibilidades?...
Vejamos…
Por exemplo: a introdução de pagamento nas auto-estradas, que antes eram gratuitas, não foi só prejudicial para os automobilistas, foi-o também para o Estado.
Deu para perceber que a dívida pública, contrariamente ao que procuram fazer crer, é resultado de criminosas transferências do erário público para os bolsos de uns quantos privados: Mota-Engil, Mellos, Grupo Espírito Santo, entre outros…
É nesta conjuntura que nos impõem, como opção única, sacrifícios, cada vez mais sacrifícios (redução de vencimentos e de pensões, diminuição drástica dos benefícios sociais, aumento de impostos…)
No fundo, a politica dos últimos tempos, pode resumir-se, na prática, ao empobrecimento de muitos, para enriquecer uns poucos!..
Só nada explicaria tudo o que se tem passado em Portugal nos últimos tempos!..

Sem comentários: