.

"Como todos sabem, há diversas modalidades de Estado. Os estados socialistas, os estados capitalistas e o estado a que chegámos" na Figueira.

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Quando as pessoas não contam…

No mínimo, estamos em presença de uma crise de valores.
As pessoas, não contam para nada. Os outros e a sua vida, nada valem. O que conta é o dinheiro, o poder e o prazer.
A notícia, faz hoje manchete no diário AS BEIRAS, mas, só consegui o link, via  Correio da Manhã.
“Um homem de 63 anos, residente em Cova da Serpe, Quiaios, concelho da Figueira da Foz, queixou-se ontem à GNR de ter sido burlado em 25 mil euros, por dois homens que se ofereceram para lhe trocar o dinheiro, alegando que o euro ia acabar. A vítima foi abordada em casa, à hora do almoço, pelos dois burlões, que viajavam num Ford Focus vermelho, de matrícula falsa. Para o convencer, os burlões mostraram-lhe uma nota de 50 euros e disseram-lhe que se tivesse notas iguais devia ir buscá-las, pois eles trocavam--nas "por dinheiro novo". O homem, que tem a mulher acamada, por doença, foi buscar 25 mil euros e entregou-os aos burlões. Com o dinheiro nas mãos, puseram-se em fuga.”


Actualização às 15 horas e 5 minutos:
Para ler a notícia no jornal AS BEIRAS clique aqui.

Sem comentários: