Ernest Hemingway: «Um homem pode ser destruído mas não vencido.»

terça-feira, 16 de junho de 2009

Patético, simplesmente patético...

Patético, patético, simplesmente patético, é que, em quase dezasseis anos de poleiro, o homem ainda não ter percebido o que é "poder"!...
Portanto: "cidadões", aldeões, vilões e autarcas que pensais pela vossa cabeça, em São Pedro, tremei!..
O tempo em que éreis "exemplos", acabou. Adoptai hábitos correctos, comportai-vos e votai como os outros: todos juntos, ao molho e fé no “deus”…
Porque senão, sedes escorraçados, como os leprosos dos tempos modernos, que sois!...
Não nos obrigueis, contra a nossa vontade, mas para para vosso bem, a fazer-vos uma lavagem ao vosso minúsculo cérebro!.. Aqui, em São Pedro, não podeis ser diferentes!.. O que está formatado é que é bom!..
Aceitai, humildemente, a supressão das vossas liberdades e vivereis, para sempre, na paz do senhor!...
Ainda estão a tempo: arrependei-vos, submetei-vos, e, sobretudo, dai graças por terdes quem por vós zela...

1 comentário:

Unknown disse...

O quê? O homem levou 16 anos para destruir a própria carreira?
O povo é mesmo de brandos costumes, não é?