Sou o senhor de meu destino; Sou o capitão de minha alma.” William Ernest Henley

domingo, 9 de novembro de 2008

X&Q505

1 comentário:

Anónimo disse...

Em Portugal trabalho pesado não é só para o preto. Basta ser pobre feio não ter um pai rico e não ter acesso ao bpn.
Juizo teve o vale e azevedo...