Ernest Hemingway: «Um homem pode ser destruído mas não vencido.»

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Mais uma tragédia no mar de New Bedford

O barco da tragédia
e a foto de Tó Moinhos

Mais uma vez, o luto bateu à porta de uma família covagalense há muitos anos emigrante em New Bedoford.
Cerca das 24 horas do passado dia 12, a 115 milhas do Cap Cod (Cabo do Bacalhau), com boas condições de tempo e mar (ondas de 3 pés, menos de 1 metro, vento de 5 nós e com uma visibilidade de 8 milhas) o inesperado aconteceu: a embarcação Costa & Corvo, que se encontrava na faina da pesca, virou-se inesperadamente.
A bordo encontravam-se o Francisco Brito (Zé Chico), o João Matias (João Lamujinha), o Jorge Palma e o Capitão António Mesquita (o Tó Moinhos, casado com a minha prima Isabel, filha da minha tia Amélia Sacramento).
A cerca de 2 milhas do local do acidente encontrava-se o barco Mary K, que socorreu os náufragos.
Foram resgatados ao mar e salvaram-se o Zé Chico o Lamujinha e o Palma, mas o Tó Moinhos, o Capitão, com 56 anos de idade, tinha desaparecido.
O Costa & Corvo tinha sido construído em 1977 e tinha sido inspeccionado na quinta-feira anterior ao acidente.
Nesta hora difícil para toda a comunidade piscatória de New Bedforde, daqui da Cova-Gala, toda a minha solidariedade para os envolvidos neste triste acontecimento e um abraço especial, sentido e amigo, para a minha prima Isabel.

2 comentários:

Anónimo disse...

Era um grande amigo e uma pessoa espectacular. É com muita pena que eu e todos da família te vimos partir de forma tão inesperada e tão estupida.
Descansa em paz, primo "encrenca" e continua daí de cima a olhar por nós.
Em nome de toda a família: prima Zezinha, Tio Vitor Sacramento, Vitó, Menaia, prima Graça e primo Encrenca. Descansa em paz !

PS: Prima Isabel, Sandra e João estamos todos convosco. Love you

Pedro

Anónimo disse...

também eu, daqui mando os meus sinceros pesames às familis enlutadas, estando com elas neste triste momento, pedindo a Deus nas munhas orações pelo Tò.