Ernest Hemingway: «Um homem pode ser destruído mas não vencido.»

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Nada de nós

Foto Pedro Cruz
Há muitos anos, cheguei a ir ao rio e ao mar com o meu Pai.
Todavia, apesar de ter ido ao rio e ao mar com o meu Pai, tantas e tantas vezes,
em matéria de nós, fui sempre um nabo.
A minha especialidade foi sempre mais esticar a corda.

1 comentário:

Anónimo disse...

Excelente texto ! A riqueza poética dos subentendidos e a duplicidade das palavras estão magníficas. Guarda-o bem.