domingo, 13 de dezembro de 2015

Se "parada" fosse um adjectivo uniforme, poderia estar na placa João Ataíde “parado”!

“Sou completamente alheio à parada com o meu nome, não faz sentido. O facto de me ter empenhado é uma questão no âmbito das minhas competências, as instalações são imprescindíveis.
Sou surpreendido com aquilo. Fiquei embaraçado, vou abordar a questão, mas vamos partir do princípio que o nome não está lá, porque sendo instalação da Câmara tem de haver uma deliberação e mesmo assim não sei se faz sentido”, disse João Ataíde na reunião de câmara realizada em 21 de setembro de 2015.

5 comentários:

paulo polonia disse...

uma mensagem um bocadinho fora de tempo nao?

Antonio Agostinho disse...

... o que acha?
A parada tá parada?

paulo polonia disse...

paradinha dali nao sai

Antonio Agostinho disse...

Fixe...

Anónimo disse...

Fora de tempo foi a inauguração porque o quartel ainda não está acabado.