.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

segunda-feira, 1 de junho de 2020

Há dias assim: excepcionais...

Hoje, é um dia excepcional para a Figueira. Está a passar o tempo do cagaço.
Não é bem o tempo do medo que está a passar. É o tempo do cagaço, que é a versão descontraída do medo.
Vamos, portanto, às notícias positivas.

* - O Casino da Figueira reabre hoje.
"Mais de dois meses depois de ter encerrado, na sequência das medidas de combate à pandemia. 
A reabertura, garante a Sociedade Figueira Praia, assenta em «três pilares: segurança, confiança e informação»."
* - A maioria das unidades hoteleiras figueirenses reabre hoje, enquanto as restantes regressarão ao activo até ao próximo dia 15
 " Segundo adiantou aos DIÁRIO AS BEIRAS o vice-presidente da Associação Comercial e Industrial da Figueira da Foz (ACIFF) para o turismo, Jorge Simões, as reservas começaram a disparar, estando a superar as melhores expetativas. A  taxa de ocupação para a segunda semana de junho poderá chegar aos 50 por cento, que, tendo em conta a conjuntura, é muito mais do que se esperava. 
* - A Rainha das Praias de Portugal recupera trono.
"A cidade da foz do Mondego, dada a sua extensa costa com praias, que, de acordo com números provisórios, poderão acolher 54 mil pessoas, cerca de metade das quais no areal urbano, deverá beneficiar com as restrições impostas pelo Governo para controlar a pandemia nas zonas de banhos. 
A autarquia,  vai avançar com uma campanha de promoção turística, para tentar convencer os portugueses que, este verão, a Figueira da Foz tem argumentos para recuperar o título de Rainha das Praias de Portugal."

Com todas estas boas notícias, com as quais naturalmente nos congratulamos, espera-se que os restaurantes também se safem. 
Para isso, precisam de esplanadas espaçosas, pois os clientes (por mim falo...) estão com cagaço de permanecer em espaços fechados.

Sem comentários: