.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

A presidente da Junta de Freguesia de Quiaios Maria Fernanda Lorigo perde o mandato

A autarca  estava acusada em co-autoria com outros dois arguidos de um crime de prevaricação de titular de cargo público, um crime de participação económica em negócio e um crime de abuso de poder.

Via Agostinho Cruz

"O julgamento do processo nº3092/15,4T9CBR, que opõe o autor Ministério Público, aos arguidos Maria Fernanda M. Lorigo, Carlos Patrão e Raquel Correia membros eleitos no mandato anterior 2013/2017, do Executivo da Junta de Freguesia de Quiaios, terminou, hoje, com a leitura da sentença. 
Do extenso acordão, que detalhou os diversos passo a que esteve sujeito, ressalta a justeza da posição da A.F. ao mandar para a justiça a verificação dos actos praticados. 
Por fim a posição da CDU na denuncia pública, e votação consequente, do caso nos anos transactos.

O acordão resume-se a:

Perda de mandato para os elementos do Executivo da Junta.
Pagamento do montante em causa. 
(desconhecemos se na totalidade ou em prestações).
Prisão de 3 anos remíveis, a montante que desconhecemos.

Passo seguinte.

Segundo a Lei Comissão Administrativa que vai gerir a Junta e preparação do acto eleitoral no prazo máximo de 6 meses."

Actualização, dia 7 de Dezembro de 2019, via Diário de Coimbra e Diário as Beiras:

Sem comentários: