.

"Como todos sabem, há diversas modalidades de Estado. Os estados socialistas, os estados capitalistas e o estado a que chegámos" na Figueira.

terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

Primeiro Romance do escritor figueirense Pedro Rodrigues

"Joana nasceu condenada aos infortúnios da vida. A vila pobre, o pai ausente, a mãe entregue ao álcool, o irmão deficiente. Apesar de ter sido agraciada com inteligência e beleza, as qualidades da rapariga parecem não ser suficientes para que ela reme contra a corrente.Numa terra de ninguém, Joana luta para ser gente: resiliente como uma flor que teima em brotar entre as pedras da calçada.O romance de estreia de Pedro Rodrigues é sobre a dureza da vida e a importância de se manter viva a esperança por uma primavera que acaba sempre por chegar, mesmo depois do mais rigoroso inverno."

Imagem via Pedro Agostinho Cruz

Porque não há inverno que dure para sempre, DEVE SER PRIMAVERA ALGURES, primeiro Romance de Pedro Rodrigues, já está em pré-venda através da FNAC, BERTRAND, WOOK e no site da CULTURA EDITORA.

Sem comentários: