"Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha." - Confúcio

domingo, 18 de julho de 2010

Será do verão?..

Gosto de dias como o de hoje: silenciosos.
Sou um apreciador do silêncio.
Em casa, no campo, nas ruas da aldeia ou da cidade, junto ao mar, perto dos rios.
Detesto o mundo poluído de sons. Como as vuvuzelas...
Estranho é este silêncio resignado das pessoas em Portugal...
E na Figueira...
Bom, isto pode ser apenas do pico do verão...
O silêncio também pode ser entendido como um alerta para ainda virmos a ouvir outros sons da vida.
Por outras palavras: o silêncio poder ser apenas uma pausa para mudar a vida!

8 comentários:

Zéfoz disse...

Silêncio na Figueira meu caro?
E então essa guerra dos bloggers locais, supostamente "provedores da bogosfera" e outros afins que chamaram a si a responsabilidade do contraditório?
Bem sei que "pintura e peleja de longe se veja", mas, mesmo de longe, dá para ver que há ali qualquer coisa que não bate certo!...

António Agostinho disse...

Já agora, ainda que mal pergunte, meu caro:
estamos a falar de quê e de quem?...
Será que poderemos ser mais precisos?

Zéfoz disse...

E para "mudar a vida", não há nada como mudar de assunto...

Zéfoz disse...

Repito o meu comentário que, talvez por lapso, não tivesse sido publicado:

E para "mudar a vida", não há nada como mudar de assunto...

Olímpio disse...

Chama-se sensibilidade,eu compreendo o que ecreveu sobre o silêncio.

Olímpio disse...

Deve ler-se escreveu

António Agostinho disse...

Meu caro Fadigas:
neste blog todos os comentários devidamente identificados são publicados.
Pode demorar, como foi o caso presente, é algum tempo, pois os autores deste espaço não estão presentes em permanência.
Feito o esclarecimento, tenho a dizer que continuo a gostar do silêncio.
Um abraço

Olímpio disse...

A proposito da beleza do silêncio.Com a idade o sono já não é uma "pedra" que se atira para cima do colchão.Neste arvoredo junto ao Estádio Bento Pessoa,canta um pássaro sobre a madrugada que é um encanto no silêncio da noite.Já fui á janela escutar a sua vida e alegria e fico sempre a pensar que a natureza nos anima a viver melhor e com interioridade.Este pássaro deve dormir durante o dia,pois faz da noite,e para meu gosto,a sinfonia do seu bonito cantar.