.

"Como todos sabem, há diversas modalidades de Estado. Os estados socialistas, os estados capitalistas e o estado a que chegámos" na Figueira.

quinta-feira, 15 de julho de 2010

A propósito da vitória de ontem de Sérgio Paulinho numa etapa do Tour

Entre as boas e agradáveis recordações da minha infância, possuo a memória de algumas passagens da caravana da Volta a Portugal em bicicleta, pela Gala.
Que espectáculo!.. Que colorido!.. Que encantamento!..
Lembro-me, vagamente, de ainda ver correr Alves Barbosa. Mas, de quem me recordo mesmo bem, é de João Roque, Leonel Miranda, Firmino Bernardino, Américo Silva, Venceslau Fernandes, Joaquim Corvo, Joaquim Andrade, Joaquim Agostinho, Joaquim Leite, Paulino Domingues, Perna Coelho, Fernando Vieira, Fernando Carvalho, Joaquim Gomes, Peixoto Alves, Marco Chagas, Vitor Gamito, Quintino Rodrigues, Francisco Valada, Joaquim Leão, Sousa Santos, Benjamin Carvalho, Alberto Carvalho, Acácio da Silva, Mário Silva, Vítor Tenazinha, Herculano Oliveira, Alexandre Rua, Manuel Zeferino...
Porto, Benfica, Sporting, Boavista, Sangalhos, Tavira, Coelima, Académico do Porto, Louletano, Lousa, Ovarense, Coimbrões, Águias de Alpiarça, Sicasal, eram algumas das equipas que davam cor às estradas portuguesas.
Vem este arrazoado a propósito da vitória de Sérgio Paulinho na 10ª etapa da Volta à França em Bicicleta deste ano.
Pela sua raridade é um feito de registar. É o quarto português a ganhar uma etapa do Tour.
O anterior tinha sido Acácio da Silva, há já 21 anos. Os outros foram Paulo Ferreira e o mítico Joaquim Agostinho, para mim o melhor ciclista português de todos os tempos, que no dia 3 de Julho 1969, obteve a primeira vitória de um ciclista português numa etapa do Tour de França. Foi na quinta etapa, percurso Nancy-Mulhouse, que o ciclista português fez história no ciclismo português e no desporto nacional.
Nesse ano de 1969, na sua primeira participação no Tour, Joaquim Agostinho terminou a prova num magnífico e honroso 8ºlugar.

Sem comentários: