"Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha." - Confúcio

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Isto deve estar é tudo doido!... Se calhar, serei só eu!... Do mal o menos...

Li aqui, mas cheguei lá por aqui!..
Isto, de fazer parte de uma realidade que tem uma importância residual, por vezes, tem as suas vantagens...
Mas, vamos ao que interessa: entre dívidas, salários, despesas fixas e subsídios, a autarquia figueirense tem apenas dois milhões de euros para movimentar. Na opinião do presidente da Câmara da Figueira, “isto é absolutamente calamitoso”.
“A Câmara não tem dinheiro, esta é que é a realidade”, considerou, por sua vez, a vereadora Isabel Cardoso!..
Se esta é a realidade, e não duvido um segundo que seja, como compreender então isto: “na última reunião camarária foram aprovados 5 subsídios, num montante total de 8444 euros para deslocações aos Açores e ao estrangeiro. De ranchos folclóricos.”
Isto para além, claro, destes encaminhados 8 000 euritos!...
Como diria o meu querido Amigo e saudoso Zé Martins: “está tudo doido”!.
Citando, de novo, a Vereadora do pelouro da gestão financeira da Câmara Municipal da Figueira da Foz, a situação é de tal maneira grave que “(...) se não optarmos por esta (qual esta, pergunto eu, depois deste desenvolvimento?..) contenção o pagamento de salários poderá até vir a estar em causa”!..
Será que na Figueira nunca mais acaba o carnaval?... Olhem que nem dinheiro para o "pitrol" já existe!...

1 comentário:

Zéfoz disse...

Ou como diria o Camilo de Oliveira, natural cá do burgo e, ao que dizem, nado, subitamente, nos camarins do "Caras Direitas" de Buarcos: "está tudo grosso, está tudo grosso!..."