segunda-feira, 24 de julho de 2006

Em democracia é assim

............................................ Foto gentilmente sacada ao covagalaesuagente

Nas últimas eleições autárquicas, S. Pedro escolheu a continuidade.
Como em democracia quem tem mais votos ganha, conquistou o poder a “alaranjada” Lista “Independente”.
Contudo, os covagalenses sabem que a diversidade é a génese da democracia.
Face à indecisão e falta de clarificação do PS, nestas eleições, no que concerne à nossa Terra, a CDU, desde 1989 sem representação nos órgãos autárquicos da Freguesia de S. Pedro, conquistou localmente espaço político.
O eleitorado, ao contrário do que alguns aspiravam, mais que tudo, não colocou todos os ovos no mesmo cesto.
A sobranceria, a soberba, a precipitação e a falta de maturidade para aguardar calmamente o veredicto dos eleitores, foi tão evidente, que chegou a haver quem confundisse o desejo com a realidade, e tivesse comemorado antecipadamente: “foi uma goleada, 9 a 0”, foi dito publicamente por um elemento da Lista “Independente” “alaranjada” , enquanto ainda se procedia à contagem dos votos! ...
Valha-nos Deus! ...

Há muitas formas de ser útil à Terra onde se nasceu e de que se gosta. Servi-la, a partir da oposição, não é menos nobre, nem menos digno.
Por isso, dentro das limitações que 4 Assembleias de Freguesia realizadas por ano permitem, e com a correlação de forças existente – num universo de 9 membros, a CDU tem 1 representante –, a força minoritária tem tido uma participação activa, discutindo, mas apoiando o que considera justo e necessário; mas, também, não deixando de apresentar divergências quando tal se justifica.
A lealdade e o respeito pelas pessoas e pelas suas ideias, será sempre um valor fundamental. Contudo, isso é uma coisa, subserviência cega e muda, é outra.
Que não haja confusão! ...

Porém, há valores que, para um covagalense, estão acima de tudo.
Um desses valores, é o património que lhe foi naturalmente legado: o exemplo de humildade, honradez, seriedade e postura na sociedade, que foi transmitido pelos genes familiares.
Na vida, quem se bate com ética por projectos, valores e ideias sérias, conquista vitórias e derrotas pontuais.
Quem só está disponível para a vitória, não tem dimensão nem dignidade política.
Daí, à demonstração de falta de aptidão para lidar com este tempo novo e global, de troca aberta de ideias e informação, foi um passo e uma tristeza confrangedora.
Não saber lidar com o contraditório e estar de olhos fechados e orelhas moucas ao debate democrático, não é atitude de um político dos dias de hoje. Noutros tempos, é que quem falava mais alto tinha razão.
Hoje, felizmente, temos democracia! ...

Aquilo que julgamos o paraíso, também provoca angústia, mal estar e insegurança.
È dos livros, que colado às coisas boas está sempre presente o medo de as perder.
Mas a vida é mesmo assim. Em democracia, os vencedores de hoje, são os vencidos de amanhã.
- António Agostinho, COVAGALENSE

2 comentários:

Zé dos percebos disse...

Talvez a goleada Agostinho era o que esses tipos desejavam...
Isso de lista independente ,francamente ...PSD pá...
São Pedro vive na mentira de um Simão que se diz amigo do povo verdadeiro ,que só pensa na terra ,capaz de fazer tudo pela mesma, no final de contas que recupera algo afundado..
Ou seja o verdadeiro presidente ...
Será mesmo assim???
A verdade essa será um dia desmascarada pelos seus amigos...
Agostinho continuação de um excelente trabalho e é como dizes oposição não é menos nobre ...
São Pedro só tem a lucrar com isso ...
Força ...

domingospassarilho disse...

Seria bom saber, o que recupera afundado?...
E que verdade será desmascarada pelos amigos?
Falar só por falar, temos os papagaios e outros tais.....