"Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha." - Confúcio

segunda-feira, 31 de julho de 2006

O caso de alguns dos comentários “censurados”


Quem anda à chuva, se não tomar precauções, pode molhar-se.
Como dizia o Velho Joaquim Namorado, “ninguém está livre de levar um coice de uma besta”.
Existe quem aproveite a liberdade, sem saber verdadeiramente o que isso é (e, sobretudo, sem imaginar sequer o que foi preciso sofrer para a termos nos dias de hoje em Portugal), para mostrar falta de tudo.
É o caso de um tal senhorito, que ao abrigo de um anonimato cobarde, medríocre e arrogante (será que a arrogância lhe vem do dinheiro herdado? ...), andou entretido a enviar comentários verdadeiramente abjectos para alguns blogs figueirenses, nos últimos dias.
Aqui, no OUTRA MARGEM teve o tratamento merecido. Noutros, conseguiu conspurcá-los.
Cada um é dono da sua casa e governa-a como entende. Nada a dizer sobre isso, portanto.
Com intuitos meramente profiláticos, ficam exemplos de comentários “censurados” neste blog.
Tapem o nariz, pois para a história dos comentários em blogs figueirenses ficam aqui, sem exemplo, alguns. Evidentemente, os mais softs...
As conclusões serão vossas.

“Tó Faia deixou um novo comentário sobre a sua postagem "A licença do isqueiro! ...": Este gato preto mais o calceteiro maritimo são do melhor que tenho visto. Como esgóbios, mal informados, néscios e ignorantes não há melhor exemplo.Ao menos podiam limitar-se ao futebol ou às novelas da tvi. Mas como analfas e pouco mais que são, têm o desplante de se meter em conversas sérias sem antes, como é costume, se informarem e meditarem sobre assuntos sérios. A D. Ana tem razão. Isto, depois do 25 de Abril( Que não critico nem ataco) transformou-se num covil de ladrões. Tudo, mas tudo o que anda na politica é ladrão. Mário Soares é o maior ladrão de todos, o resto do bando e demais compinchas não lhe ficam atrás.Se bem se lembram, Salazar morreu pobre.

M. Alegre (reformado da RDP) deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Em democracia é assim": Só agora está a chegar a esta conclusão, Dr. Agostinho?Ditador não era o Salazar, ditador é cada português. Assim que se ache em posição de calcar e achincalhar o outro, o português não hesita.As frustações domésticas, ter de aturar a mulher e lavar a louça, aspirar e ainda ter de a levar a passear, faz com que cada portuga se transforme num ditador assim que tem a menor oportunidade. É no trabalho, sobre os subordinados, é na política sobre os que estão em minoria, é o uso da farda. Até a bombeirada manda, que isto de ser bombeiro não é mais que vir a ter a hipótese de vir a comandar alguém. Isso de apagar fogos e ajudar é tudo lérias. O importante é ser chefe de alguma coisa.É, como você costuma dizer, uma masturbação. Esta coisa é endémica, sabia? Aliás caso se desse o contrário você faria exactamente o mesmo, por isso estamos todos desculpados.

VIVA O SIMÃOZINHO!!!VIVA O TOZINHO!!!VIVA O CHICINHO!!!Estes indevidos são pior do que o Pinto da Costa ...Trafulhas...FORÇA AGOSTINHO...

Tó (da Lota) deixou um novo comentário sobre a sua postagem "MEMÓRIA - O Estado Novo, o isqueiro e a coca-cola": porque será que este "democrata" Dr. agostinho censura os posts?Uma coisa é certa. É muito avesso a verdades. Um estalinismo bacoco.

Tó Faia deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Não se perdeu": É um nojo que um gajo se arme em nazi e fascista de lapinhos azul, censurando comentários e manchando o bom nome da nossa terra.Aprende a ser humilde e democrata e depois aparece. antes disso deixa-te de porcarias, lava a cabeça por dentro e deixa de imitar o teu idolo. Os sociais-Fascistas Estaline e Ceaucescu!”

Mais palavras para quê?
As “pérolas” acima falam por si.

3 comentários:

Anónimo disse...

apesar de concordar consigo, há verdades que merecem ser ditas

Anónimo disse...

O Salazar morreu pobre. Muito Bem! pergunta-se alguém morre rico? no minimo tem direito a um rico enterro...Foi o que o Dr. oliveira Salazar teve, e de Estado. Paz á sua Alma.

Anónimo disse...

Todos sabemos que há quem, pensando ser gente, a coberto do anonimato, destila ódios e quejandos.
Penso que o bloguer faz mal ao não publicar tais ... falta-me o termo.
Passo a explicar:
- Não publicando afecta negativamente as estatisticas dos comentários e, logo, numero de visitantes a este Blog.
- Não defendo a sua publicação pura e dura, mas sim a publicação do nome do comentador seguida da seguinte mensagem: "Comentário EXCLUIDO por manifesta falta de civilidade. Ou, em alternativa, por manifesta BESTIALIDADE.