.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Figueira da Foz - promoção turística em 1950...

Imagem sacada daqui
Em 1950 ainda não era vivo. 
Mas, por aquilo que estudei e tive oportunidade de conversar ao longo da vida com quem viveu essa realidade, sei que, na altura, na Figueira o objectivo era ver sempre além. 
A  sede de conhecimento era imensa. A ousadia era grande. E foi nessa busca que, em 1950, como hoje, é essencial para nos manter interessados e atentos ao que nos rodeia, que a Figueira desse tempo avançou.
A insatisfação é vital e aduba a capacidade inventiva. 
O seu inverso leva-nos ao desalento, ao conformismo e à desistência. 
A Figueira, em 2017, só tem uma hipótese: conseguir olhar para além do muro que lhe colocaram à frente...

Sem comentários: