.

"Como todos sabem, há diversas modalidades de Estado. Os estados socialistas, os estados capitalistas e o estado a que chegámos" na Figueira.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Só para avivar a memória....

A protecção da orla costeira da nossa freguesia sempre foi uma das preocupações de quem faz este Outra Margem.
Este blogue viu a luz do dia em Abril de 2006.
Para avivar certas mentes, recordamos parte de um post, que pode ler na integra clicando aqui, que publicámos em 11 de Dezembro de 2006.

"A protecção da Orla Costeira Portuguesa é uma necessidade de primeira ordem...
O processo de erosão costeira assume aspectos preocupantes numa percentagem significativa do litoral continental.
Atente-se, no estado em que se encontra a duna logo a seguir ao chamado “Quinto Molhe”, a sul da Praia da Cova.
Por vezes, ao centrar-se a atenção sobre o acessório, perde-se a oportunidade de resolver o essencial..."


O espírito do nosso trabalho foi sempre o mesmo: lutar por aquilo que consideramos serem os genuínos interesses da Cova-Gala. Por isso, sobre a defesa da nossa orla costeira fomos publicando, de 2006 para cá, inúmeras matérias que podem ser vistas na íntegra por quem quiser, pois estão disponíveis neste blogue. Para poupar tempo e trabalho aos nossos leitores, destacamos apenas algumas dessas postagens: esta, esta, esta, esta, esta, esta.

Sabemos – somos ingénuos, mas assim tanto também não – que este nosso posicionamento mexeu com interesses - uns já instalados e outros a instalaram-se.
Por isso mesmo, fomos caluniados, ameaçados e perseguidos...
Isso, porém, não tem importância absolutamente nenhuma... O importante é que os “poderes”, nomeadamente o autárquico, assuma que a protecção da Orla Costeira, no nosso concelho e na nosssa freguesia, não termina na protecção das praias e das regiões da costa arenosa. Passa, forçosamente, pela necessidade de melhorar o exercício das políticas de urbanismo e Ordenamento do Território junto à linha da nossa costa.

E isso tem a ver com a política urbanística da Câmara Municipal da Figueira da Foz.
A pressão urbanística desmesurada, que já se verifica e está planeada por este executivo municipal junto à linha de costa da freguesia de São Pedro, fruto, essencialmente, da construção desregrada para fins turísticos, por demais conhecida e identificada, constituiu um autêntico atentado contra o património costeiro e dunar da Cova-Gala.


A protecção da nossa orla costeira, nomeadamente das dunas, areais e frentes edificadas que lhe são próximas, é, por conseguinte, mais do que um imperativo, é uma necessidade elementar para a sobrevivência - NOSSA E DA NOSSA TERRA .

Sem comentários: