.

"Como todos sabem, há diversas modalidades de Estado. Os estados socialistas, os estados capitalistas e o estado a que chegámos" na Figueira.

domingo, 4 de janeiro de 2009

Pensar na vidinha...


O “chico-esperto”, já anda por cá desde o século passado, pelo menos.
Contudo, nestes primeiros anos do século XXI, foi em frente e trepou.
O “chico-esperto”, apenas conhece direitos, vive e prospera na sombra, na impunidade, na desresponsabilização, na ultrapassagem pela direita ou pela esquerda e no desrespeito pelos outros.
O “chico-espertismo”, é fácil reconhecer, fez escola, e é mais popular, actualmente, do que há vinte e cinco anos atrás, por exemplo.
Hoje, o "chico-espertismo", qual praga, mais do que comum, é dominante.
Aqui, como em todo o lado, as pessoas invejam e têm tendência para copiar o “chico-espertismo”.
E pensam: “que pena não conseguirmos ser todos assim, “chicos-espertos”!..”
Mas, com tanta abundância, haveria, pelo menos, um factor de risco: a concorrência.
Pois é, lá teria o “chico-esperto” de pensar novamente na vidinha...

7 comentários:

Pedro Fernandes Martins disse...

As acções presentes neste simples vídeo têm tanto de humorístico como de condenável. De passagem pela Outra Margem, como é hábito diário, venho convidar-vos a visitar o meu novo blogue, que marca o meu regresso à blogosfera figueirense. Depois do "Vaga Aberta" aposto num "Worst Off", sob o lema de que "porque só olhando para o pior, poderemos fazer o melhor".

Cumprimentos e boas postagens,

Pedro Fernandes Martins
http://worstoff.blogspot.com

Anónimo disse...

O vídeo mostra um desrespeito ao sinal de obrigação.
O autor poderia aproveitar para alertar a Junta de Freguesia e a Câmara Municipal, para que, de uma vez por todas, façam a substituição do sinal de obrigação para a direita, pelo sinal de proibição para a esquerda.
Digo isto porque, a artéria que recentemente foi aberta tem legalmente dois sentidos, logo, não faz sentido manter o sinal de obrigação para a direita.
Não nos podemos esquecer que os condutores que circulam pela Remigio Falcão Barreto podem aceder à referida artéria sem que nada os impeça.
Se por um lado os condutores não respeitam o sinal, por outro as entidades competentes deixam arrastar uma situação lamentável que poderia ser rapidamente resolvida com a substituição dos referidos sinais.
Quando os maus exemplos vem de cima…!

Anónimo disse...

O sinal azul está ilegal.
Por pouco estava no topo do poste!
O sinal stop devia estar antes do cruzamento, e não onde está.
Não percebem nada de nada. Nem quem os lá pôs, nem os condutores, nem o autor da notícia, nem quem comenta!

joao cura disse...

vamos atualizar esse sinal esta a mais e ja agora no outro lado desse cruzamento podem mudar o sentido do sinal do mercado porque ja faz parte do passado.um abraco do joao cura

Anónimo disse...

Ao anónimo 05 Janeiro, 2009 18:11

Ninguém percebe nada de nada. Nem quem os lá pôs, nem os condutores, nem o autor da notícia, nem quem comenta!

Salva V. exa.

Haja deus!... A Cova-Gala, presumo eu, ao menos tem um génio...

Anónimo disse...

E o oportunismo do puto?

-sakana- disse...

Por acaso passo por ai algumas vezes e nunca tinha reparado no sinal...