segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Terpex

Esta foto deve ter cerca de 20 anos e mostra uma Cova-Gala que, felizmente, já não existe.
A fábrica em fundo – a Terpex – construída no meio da Gala, no local onde o Desportivo Clube Marítimo da Gala tinha acabado de perder o seu campo de futebol, pois a Câmara Municipal da Figueira da Foz tinha vendido o terreno onde este se encontrava, estragou um dos bens mais preciosos da nossa Terra: a água dos poços. As infiltrações químicas nos terrenos de areia, em vez de água cristalina e límpida – quem não se lembra do poço da ti Maia, minha avó? – fizeram com que passasse a brotar das entranhas do subsolo da Gala um liquido escuro, que parecia que até fervia e com um cheiro nauseabundo, que matava tudo o que regasse.
A fábrica, claro, foi ima herança “do tempo da outra senhora”. Na altura, de nada valeram os tímidos protestos do Povo. O habitual naquele tempo.
Já agora: "o que é que vai nascer nos terrenos da antiga Terpex?.."

3 comentários:

Anónimo disse...

PARA JÁ SE NASCESSE LIMPEZA NÃO SE PERDIA NADA.

amordemadrugada disse...

Ai ainda nao sabes, né!?E a minha mansão menino!
Também... andas a precisar de actualizar o sistema operativo...ihihih
Terpex...Desapareceu, graças a Deus!
Beijito

Anónimo disse...

Antigamente era a terpex agora é a estrumeirapex.