"Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha." - Confúcio

terça-feira, 5 de dezembro de 2006

Água rebelde rumo ao mar


Sou água rebelde
rumo ao mar ...


Na esquerda fica São Pedro,
o coração,
onde corre,
não sangue,
mas em torrente
um rio.


Cavado e frio...
Com gente
impetuosa,
solitária,
ardente...

Na junção com o mar,
as águas fazem lembrar...
Uma imaginária maré unida de vozes!...

Vale a pena lutar
neste mar de tinta
virtual?...

1 comentário:

Anónimo disse...

Ah, grande poeta. Haja alguém que me não desilude.
Aquele abraço, Agostinho