segunda-feira, 11 de dezembro de 2006

Morreu Pinochet








Morreu o ex-ditador chileno Augusto Pinochet, um crente tão dedicado que mereceu de João Paulo II o epíteto de católico exemplar. Aparentemente o milagre a que a filha atribuiu a recuperação do ataque cardíaco que lhe mereceu a extrema-unção era de má qualidade...

11 comentários:

Crente disse...

Que Deus tenha tanta piedade da sua alma como a aquela que ele tinha dos outros.

Distribuidor de Rebuçados disse...

É uma chatice uma pessoa ter que ficar feliz quando morre um sacana! É a vida!

AS disse...

Morreu o Homem que fez do Chile uma nação moderna e próspera.
Foi ele que impediu o Chile de chegar ao descalabro, ao paraíso dos corruptos e reino da roubalheira, imcompetência e analfabetismo funcional, como aconteceu e no que se transformou portugal.
R.I.P.

Distribuidor de Rebuçados disse...

Equívoco: Porugal não se transformou, Portugal já era! Reino de pequenas mentiras, de sombras cosidas ás esquinas, espreitando, sonegando a possibilidade de outros serem diferentes dos demais, da carneirada útil, um reino onde alguém pensava por eles...Não era preciso pensar, porque alguém o fazia, por todos! Ora, um dia, um carpinteiro, de larga sapiência, construiu uma cadeira, que fez cair alguém, que de tão modesto, se havia esquecido que uma simples queda de uma simples cadeira deitaria tudo a perder! Estava só o homem que pensava que sem ele todos ficaríamos sós. O único senão é que deixou filhos, por aí, esquecidos e cada vez mais sós! O Homem, de que falo, deixou também uma nação próspera e moderna, esqueceu-se foi de vos dizer e ensinar que o que tendes hoje a ele o deveis!

alex campos disse...

Já sabia que João Paulo II foi o mais proeminente membro do terrorismo internacional nos últimos 30 anos.
O que não sabia, mas fiquei a saber, é que considerou de católico exemplar um colega do Videla, do Strossner, do Figueiredo, do Baptista, do Somoza, do Saddham, do Bush e de outros bushs que gostam de lhe lamber os sapatos...

AS disse...

Pois foi. Por isso mesmo é que ele não queria estes novos ladrões, filhos dos dos velhos ladrões aqui por perto. Sabia muito bem que era isto que ia acontecer. Roubavam tudo!

dama de copas disse...

Afinal há 5 naipes. Apareceu agora o às da estupidez.

Pelágio disse...

"Já sabia que João Paulo II foi o mais proeminente membro do terrorismo internacional nos últimos 30 anos."

Exmo. senhor, dito de Alex..., deve ter-se em inaudita conta.
Diria melhor, deve pensar ser uma enormidade de grandiloquência e sapiência.
O Sr. é Tão e Tanto que dá pena perder-se no meio dos simples e simplórios mortais que por cá deambulam.

Quasi que parece o Agostinho, do meu tempo, que a Igreja adotou como seu e em santo o tornou.
Nasceu castigado pelo fardo do pecado original e só a Fé o salvou.
Deste modo se explica e justifica monstruosidades do genêro das cruzadas e tribunais do santo oficio.

O Excelso Sr. Alex deve também ser possuído de uma grandiosissima fé só comparável à imensidão do seu douto saber. Expurga deste modo o Anátema do pecado original que, não sendo culpa sua, seu herdeiro involuntário se tornou.

Desejava ter vontade de desejar-lhe longa vida ..., mas só a fé em sua sapiente sabedoria o determinará.

Passe bem!
Seu eterno antagonista!

Pelágio
Roma, 384 D.C.

Distribuidor de Rebuçados disse...

"AS" - Se tudo te roubam é porque não és pessoa avisada! Já o devias saber ou afinal de contas o que é que andas por aqui a fazer? Muda de estado, passa ao estado vegetal, sempre contribuis para passarmos o Natal a comer couves que não há dinheiro para mais!

alex campos disse...

Ao anormal dito Pelágio: eu não sou dito, o meu nome é mesmo Alexandre Jorge Loureiro Campos, sempre assumi o que digo, e, mais, cito o meu camarada Álvaro Cunhal:
"Fundamentar acusações e intrigas no anonimato é uma coisa muito indigna, tanto na política, como nas questões pessoais".
Portanto, se quiser discussão, dê a cara. Ok?

Anónimo disse...

O quê? O Alvaro cunhal disse isso?
É parvo!