quinta-feira, 7 de dezembro de 2006

PARA “NASCER NA FIGUEIRA”

Ficaram as URGÊNCIAS!..


Encerrou o BLOCO DE PARTOS ....

(Ver notícia desenvolvida no www.diariocoimbra.pt)

6 comentários:

mosca morta disse...

Enfim, comentários para quê?
E o hospital tem uma directora clinica que faz o quê? Nem vergonha tem por ser directora clinica de um organsmo em que as decisões são políticas. Faz o papel de pau mandado, que é o papel de todos os boys que flamejam o país.
Somos um país de papalvos é o que somos.

Alex Campos disse...

A outra diz que o marido é um cherne,esta diz que é de centro-esquerda, o Sporting perde duas vezes, seguidas, sem tirar nem por, no Alvalade XXI, o Socrates lá vai continuando a sua cruzada desta vez acolitado pelo Rui Rio.
Mas isto é o fim do mundo ou quê?
Apetece-me parafrasear um saudoso amigo: "Isto é um país de doidos".

Alex Campos disse...

Os figueirenses deram em ficar muito irreverentes? Começaram por nascer na A14 e agora dão em nascer nas urgências? Alguém lhes diga que estamos na Europa, no 1º Mundo, onde há maternidades condignas para se nascer.

Topa Tudo disse...

Entretanto continua a chover dentro do novo Mercado da nossa terra, quase tanto com chovia no velho.
Obras bem feitas, bem geridas e fiscalizadas.
E agora que se aproxima o Natal, a Junta localmente representada por uma funcionária, instituiu um grande concurso de montras.
Neste momento há duas lojas fortemente candidatas ao 1.º lugar:
A Loja dos Trapos e a Saparia Bem Calçada.
Vamos a ver quem ganha o valioso prémio em disputa e que é um cabaz de Natal cheiinho de hortaliças.

dass disse...

Ficaram os nascimentos sem epidural, sem obstetra a assistir... e com transporte difícil a seguir. Um orgulho para o nosso executivo

Alex Campos disse...

Ó senhor Dass, o orgulho não é para o nosso executivo, que esse, coitado, não tem muito que se orgulhar. O tal orgulho é nosso, porque o lá pusemos, e pelos vistos, de lá não saimos.