"Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha." - Confúcio

sexta-feira, 12 de março de 2021

Importante, é tentar descobrir as semelhanças...

Mistérios figueirinhas... 
Imagem via Diário as Beiras

No decorrer da minha já longa vida, vivi várias campanhas eleitorais autárquicas na Figueira. Aprendi muitas coisas. Entre elas, algo que considero essencial: mais importante do que tentar perceber as diferenças, é mais eficaz ir à cata das semelhanças.
 
Mais do que necesssário, é imprescendível mudar.  Há coisas a mudar na Figueira - muitas e significativas. A começar pelo interior das máquinas partidárias. 
O desgosto com a  política local é hoje dominante. O que deveria fazer pensar muita boa gente com responsabilidades no assunto: há uma espécie de enfado pelos partidos que roça o antidemocrático, pois o Povo acaba a colocar todos no mesmo saco. 
Insisto: mais importante do que tentar perceber as diferenças, é mais eficaz ir à cata das semelhanças. 

Há falta de memória e de conhecimento. Associando a escassez de trabalho de estudo do passado, perfeitamente visível em certos políticos no activo e em jornalistas, torna-se difícil suscitar a  curiosidade para tentar perceber o que tem mudado na Figueira.
Nos tempos mais recentes os protagonistas políticos propuseram algo diferente aos eleitores, que pudesse ser entendido pelo comum do cidadão eleitor?
Em 2017, Ataíde e Tenreiro, como é normal,   tinham visões diferentes sobre o passado recente da Figueira, mas diferiam muito no que propunham aos figueirenses? 
Insisto: mais importante do que tentar perceber as diferenças, é mais eficaz ir à cata das semelhanças. 

Espero que em 2021 não seja assim. No mínimo, exige-se a Monteiro e a Machado que, além de terem uma visão diferenciada sobre o passado recente da Figueira, consigam mostrar com a clareza necessária para o Povo entender, o que os distingue no presente e, sobretudo, as soluções políticas que têm para melhorar o futuro. 
Insisto: mais importante do que tentar perceber as diferenças, é mais eficaz ir à cata  das semelhanças. 

Existir, a partir de Outubro próximo,  uma oposição acutilante, actuante e eficaz, seria sintoma de boa saúde democrática e um dos factores decisivos para assegurar uma boa gestão da autarquia figeirense. 
Uma oposição acutilante, actuante e eficaz, seria mais importante do que o consenso ou os "pactos dos interesses (alguns particulares, outros de grupos...) do regime"
Uma boa oposição, é fundamental pois pode passar por aí uma futura alternativa. Mas, para isso o poder no activo não pode apostar, por todos os meios, na morte do contraditório. 
Insisto: mais importante do que tentar perceber as diferenças, é mais eficaz ir à cata  das semelhanças. 

Sem comentários: