"Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha." - Confúcio

sábado, 27 de março de 2021

"Assembleia de Freguesia de Lavos participa suspeita de falsificação de documentos ao Ministério Público"...

Via Diário as Beiras
«A Assembleia de Freguesia de Lavos, na Figueira da Foz, reuniu-se, ontem, para deliberar sobre a alegada falsificação de documentos pela secretária e pelo tesoureiro da junta, Susana Carreira e José Coelho. O processo será enviado ao Ministério Público.
A Assembleia de Freguesia aprovou enviar uma queixa para o Ministério Público devido a eventuais ilegalidades e irregularidades de alguns elementos do executivo da junta”, esclareceu o presidente do órgão autárquico, Rui Jordão, ao DIÁRIO AS BEIRAS. O autarca acabaria por adiantar que os suspeitos das alegadas práticas são a secretária e o tesoureiro da Junta de Lavos.
O presidente da Assembleia de Freguesia adiantou, ainda, que “algumas das coisas têm a ver com passagem de declarações falsas [enviadas ao Instituto de Emprego e Formação Profissional] e, também, assinatura de e-mail pelo tesoureiro como sendo presidente da junta”.  Por outro lado, Rui Jordão frisou que a assembleia entendeu que “há matéria grave para enviar para o Ministério Público.
Apesar das tentativas, não foi possível recolher declarações de Susana Carreira e José Coelho, nem da presidente da junta, Lucília Cunha.»

Sem comentários: