"Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha." - Confúcio

domingo, 14 de março de 2021

Depois da Aliança que venha lá o rum, vodka, gin garden, conhaque, brandy, martini, aguardente de medronho, tequila...

Como sabem, Pedro Santana Lopes, depois de sair do PSD, fundou um novo partido a que chamou Aliança.
Não vingou, mas continua a ser uma boa aguardente. 
Na política há Santana. E, só depois existem os outros...
Depois de Rui Rio ter confirmado Pedro Machado como candidato autárquico do PSD à Câmara da Figueira da Foz, a vida de Santana Lopes e dos 149 que o apoiam, a meu ver complicou-se.
Mas, há sempre soluções. Santana já disse que não precisa de ir às urnas novamente, mas está em reflexão. Resistirá a regressar ao combate político?
Por exemplo, tentará formar um novo partido para concorrer à Figueira ou às 284 autarquias em que é desejado em Portugal e nas regiões autónomas?
Santana Lopes, segundo os seus apointes,  «tem um efeito suprapartidário e facilmente arrasta uma candidatura para uma vitória folgada».
Dada a complicação que o PS e o PSD arranjaram aos independentes, toca a recolher assinaturas para constituir um novo partido. 
Como a minha assinatura é desnecessária, o meu contributo fica aqui, em jeito de sugestão: rum, vodka, gin garden, conhaque, brandy, martini, aguardente de medronho, tequila, são tudo nomes para dar ao novo partido.
Se as coisas desta vez também não correrem bem, sempre sobra um saboroso cocktail...

Sem comentários: