.

"Como todos sabem, há diversas modalidades de Estado. Os estados socialistas, os estados capitalistas e o estado a que chegámos" na Figueira.

segunda-feira, 20 de março de 2017

Tem algo de kitsch que não me agrada...

João Vaz: "... a praia ganhou vida, flores, pessoas, bicicletas,...e está mais bonita, já não é o areal estéril que era. Viva a praia da Figueira".

Nota de rodapé.
Há flores e flores! 
Todas as flores têm o seu encanto e tocam-nos de uma forma muito particular. Estas, tocam muito particularmente o João Vaz. 
Talvez seja das flores serem daquelas, simples e comuns, que requerem poucos cuidados...
A decrepitude é uma etapa da vida.
Do mesmo modo que temos de cuidar de nós, temos a obrigação de zelar pelo património. 
Para mim, é triste ver o desmazêlo dos "quens de direito" que têm a obrigação de cuidar do aspecto minimamente atraente e da causa da segurança dos figueirenses, vivam eles a norte a sul da barra do estuário do Mondego...
Mas, mas como somos governados por merceeiros com vistas curtas,  o resultado, dos dois milhões e tal gastos na praia da calamidade, outrora da Claridade, é este!..
Daqui a dois ou três anos, se ainda cá estivermos para ver, falamos...

Sem comentários: