.

#FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA.#FIQUE EM CASA.

domingo, 14 de junho de 2015

Junho na Figueira já não é o que foi….

Já gostei muito do mês de Junho na Figueira.
Isso aconteceu no tempo em que o mês de Junho, na Figueira, tinha noites quentes e os cheiros das flores do Jardim Municipal.
Na Figueira, era no mês de Junho que se  começava a sentir no ar a animação da cidade e a aproximação da “época alta”, que se prolongava por Julho, Agosto e iria terminar em Setembro com o Festival de Cinema.
Isso era no tempo em que o mês de Junho, na Figueira, tinha noites quentes e os cheiros das flores do Jardim Municipal.
Na Figueira, no mês de Junho começava a sentir-se a animação e todos queríamos ser felizes e sentíamos que podíamos conseguir ir perto disso.
Hoje, na Figueira,  Junho já não tem noites quentes e até os cheiros das flores do Jardim Municipal - que no mês de Junho se  começavam a sentir no ar, como  pequenos vestígios da beleza à nossa passagem por um espaço bonito e nobre como era então o Jardim da Figueira - já não são os mesmos.
Hoje, na Figueira, no Jardim já nem um dos  mais bonitos coretos que conheci existe!
Hoje, na Figueira, sobrou Junho, o primeiro mês da desilusão e da nostalgia do tempo em que o mês de Junho, na Figueira, tinha noites quentes e os cheiros das flores do Jardim Municipal.
Na Figueira, Junho era então o mês em que se  começava a sentir no ar a animação da cidade e a chegada da “época alta”, que se prolongava por Julho, Agosto e iria terminar em  Setembro com o Festival de Cinema…
Agora, na Figueira, apesar do que nos querem vender, vivemos uma farsa e não sobrará mais que as memórias, vividas e compreendidas por alguns, mas ao alcance de poucos. 
Estamos em Junho de 2015, as noites frias tropeçam nos dias e enchem a cidade de petulância, vaidade, presunção e ignorância.

Sem comentários: