.

"Como todos sabem, há diversas modalidades de Estado. Os estados socialistas, os estados capitalistas e o estado a que chegámos" na Figueira.

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Passos Coelho está certíssimo…

“Já estamos pobres. Alguns é que não deram conta disso" - disse Passos Coelho. 
Mas estaria ainda mais certíssimo se afirmasse: "Já estamos pobres, mas alguns enriquecem com isso"; ou: "Já estamos pobres, porque alguns enriquecem com isso"; ou: "Já estamos pobres, e vamos continuar a empobrecer para que alguns enriqueçam com isso".
Passos Coelho, neste momemnto o gestor a quem compete fazer a gestão da pobreza em Portugal em prol da economia que a reclama, continua certíssimo ao castigar severa e pedagogicamente a ignorância socialmente interessada dos pobres.
Passos Coelho continua, pois, certíssimo, ao acabar com extravâncias tão escandalosas, como a tolerância de ponto do Carnaval…
“Já estamos pobres. Alguns é que não deram conta disso".
Mais: "Já estamos pobres, e vamos continuar a empobrecer para que alguns enriqueçam com isso".



Em tempo.
Adenda sacada daqui.
“Eduardo Catroga, Celeste Cardona, Paulo Teixeira Pinto, Rocha Vieira, Braga de Macedo, e as privatizações ainda nem passaram a curva da recta da meta; John Antunes, Manuel Frexes, Álvaro Castello-Branco, Vasco Graça Moura; a mana da ministra, os “tios” e as “tias” mais os sobrinhos do condomínio; os milhares de nomeados para as administrações regionais, secretarias de Estado, institutos e fundações, que são para extinguir quando houver tempo e campanha eleitoral; assessorias diversas, recrutadas na blogosfera; e que me desculpem aqueles que ficaram esquecidos. 
Tem razão Pedro Passos Coelho quando diz que "Já estamos pobres. Alguns é que não deram conta disso".

Sem comentários: