Sou o senhor de meu destino; Sou o capitão de minha alma.” William Ernest Henley

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Na Figueira não há mesmo dinheiro para nada?..

Lá por Lisboa, como esta foto do Pedro Cruz mostra, existe a mania de ter homens-estátua como atracção em certas ruas...
Sempre vão caindo umas moedinhas graças à  generosidade de quem vai passando!..
A Figueira, faz todos os dias o número da cidade-estátua... Não se move, não se atrasa, não se adianta, parece mesmo que nem respira!..
E, mesmo assim, alguém lhe atira dinheiro por isso?..
Tanto assim é,  que a cidade nem o  Natal comemorou...  Como estamos em crise, ficou  bem não gastar dinheiro em iluminações de Natal.
Agradou à classe média, que sem dinheiro para pagar o cartão, teria dificuldade em  compreender a iluminação!
Agora o carnaval!...  Ah,  o carnaval é outra coisa...
Numa cidade com grandes foliões, mesmo sem um tostão, seria impensável  não celebrar a ocasião!..
Isso, senhor presidente da câmara, chama-se trabalhar para a fotografia.

Sem comentários: