"Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha." - Confúcio

quarta-feira, 21 de maio de 2008

O temporário e o definitivo

Neste conturbado processo de escolha de um novo líder para o PSD, um dos candidatos, o que tem mais a ver com a Figueira, o dr. Pedro Santana Lopes, teve mais uma chatice. E, esta, porventura, inesperada.

Segundo noticia o quinto poder, que cita a LUSA, “o Presidente da Câmara da Figueira da Foz, embora não sendo formalmente filiado no PSD, declarou o seu apoio à candidatura de Manuela Ferreira Leite.”
Embora saibamos que o tempo é mais importante do que aquilo que com ele fazemos, o eng. Duarte Silva privilegiou o temporário ao definitivo.

Compreendeu que a vida é um permanente processo de correcção...
Outros, maldizentes, que não nós, diriam que convém ficar alinhado com o candidato mais provável da liderança do PSD, nos próximos tempos, porque de outra maneira
“adeus tachos”…

1 comentário:

Anónimo disse...

A nossa Sorte é que o velho não vota na velha.
Pelos visto o forreta não tem dinheiro para pagar as cotas.