"Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha." - Confúcio

terça-feira, 28 de agosto de 2018

AS OBRAS E OS PARTIDOS POLÍTICOS...

PSD (para ler o comunicado na íntegra, clicar aqui)
"O PSD Figueira da Foz, por diversas vezes e nos locais próprios, se manifestou contra a forma e contra muito do que vai ser feito nestas obras, as quais o Sr. Presidente da Câmara e o seu Vice-Presidente e Vereador das Obras pretendem realizar na frente marítima de Buarcos, na zona antiga da cidade e no Cabedelo.
Pelas declarações públicas, nos últimos dias, dos dois mais altos responsáveis camarários (Dr. João Ataíde e Dr. Carlos Monteiro), constata-se afinal que nem eles próprios conhecem os projetos que aprovaram, sem ouvir os figueirenses!!!
Por outro lado, ainda não se conhece os pareceres das respetivas Juntas de Freguesia!!!

O PSD não é contra as obras, entende é que há obras mais prementes no concelho, mas como o PS assim não o entende, devem estas, que estão a iniciar-se, serem debatidas e corrigidas, sempre com o pensamento no bem-estar dos munícipes e de quem nos visita, e isto não pode ser concretizado numa Assembleia Municipal Ordinária com uma agenda de 14 ou mais pontos e limitação de tempo.
Se o problema são os custos da Assembleia Municipal, o PSD prescinde da senha presença.
Era bom que o Sr. Presidente da Câmara, o Vereador das Obras e líder local do PS, Dr. Carlos Monteiro, respondessem a estas questões, e que não se escondessem, impondo somente a sua vontade, o que faz, infelizmente, lembrar outros tempos.
Os Figueirenses merecem mais!"

PCP (para ler o comunicado na íntegra, clicar aqui)
"O abate de árvores na Figueira da Foz, a mando da Câmara Municipal, corre o risco de se tornar “viral”! Primeiro foram umas tantas na Marginal Oceânica, depois a “estória” das dezasseis ao lado do Teatro Caras Direitas, logo após a ameaça, aliás confirmada pela Câmara, sobre os lindíssimos espécimes do Jardim Fernando Traqueia, agora cruzes vermelhas na Praça Nova! Sobre estas últimas, vieram correndo dizer que se trata de um acto de vandalismo!! A sério, que coincidência! É que as “cruzinhas” são em tudo idênticas às de Buarcos! 

... há tanta coisa tão urgente que importaria fazer e que não está feita nem sonhada! E isso lamentamos! Falamos, por exemplo, do estado calamitoso de algumas vias de acesso no concelho e também na malha urbana. Como exemplo, também, já repararam nas condições de circulação de veículos e pessoas na Rua dos Ferreiros e na Rua dos Bombeiros Voluntários curiosamente vias de acesso a zonas em processo de intervenção? E a Rua Dr Santos Rocha? E a Rua da Restauração? E a Rua Direita do Monte? E a Rua Dez de Agosto? E todas as outras que não têm condições de circulação naquela zona? Mas não! Aposta-se em parques de estacionamento e no abate criminoso de árvores adultas, saudáveis e relevantes do ponto de vista paisagístico."

Sem comentários: