.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Foram-se os anéis e até alguns dedos!

Isabel Maranha Cardoso, na sua crónica no jornal AS BEIRAS.

"Em pouco mais de dois anos, desde 2011, encaixou-se quase 7 mil milhões de euros em privatizações (5,5 mil milhões haviam sido comprometidos no resgate) através de um programa alargado de alienações. Depois da EDP, REN, ANA, foi a vez dos CTT… a TAP ainda foi salva deste desfecho...
... foi o caminho trilhado em nome da muito repetida frase “ineficiência do Estado” e por acharem preferível serem os privados a executar as tarefas que pertenciam ao Estado.
Com critérios cegos e uma teimosia ideológica, foi tudo a eito … mas, esqueceram-se que os Correios são um elemento da proximidade do Estado para muitas pessoas, sobretudo para populações mais envelhecidas ou a viverem em zonas isoladas, sobretudo para aqueles a quem já lhes fecharam o Tribunal, o Centro de Saúde e a Agência da CGD… 
É que final não se venderam só os anéis!"

Sem comentários: