.

"Como todos sabem, há diversas modalidades de Estado. Os estados socialistas, os estados capitalistas e o estado a que chegámos" na Figueira.

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Porque sou ingénuo e sou contra a demagogia e o calculismo que vejo em todo o lado, faço minhas as palavras de Rui Vieira Nery

"A tragédia dos incêndios florestais e a ineficácia inegável da resposta da Administração Pública portuguesa não são um fenómeno isolado - têm causas profundas que derivam de erros acumulados durante décadas em questões tão estruturais e tão complexas como o regime de propriedade, o modelo de desenvolvimento económico, a desertificação do interior, as políticas específicas para a floresta, o equilíbrio - e potencial conflito, também neste campo - entre interesse público e privado, a abrangência do papel regulador do Estado e a própria tendência geral, nesta nossa era de neo-liberalismo triunfante, para reduzir os meios financeiros e logísticos à disposição desse mesmo Estado para assegurar a sua missão de serviço público, em qualquer domínio
São questões que exigem uma análise serena e aprofundada, numa reflexão que deve envolver todas as instituições envolvidas e a própria sociedade civil no seu todo. Pelo meu lado resisto à tentação fácil dos juízos precipitados numa matéria que não conheço suficientemente bem, e, como qualquer cidadão consciente, estarei atento ao evoluir deste debate e àquilo que nele têm a dizer os que sabem mais do que eu em cada um destes campos envolvidos. 
Mas não posso deixar de manifestar uma absoluta solidariedade pessoal com Constança Urbano de Sousa, uma grande Senhora que abraçou com uma dedicação e um empenho absolutos a missão que lhe foi confiada, sacrificando sem hesitação os seus interesses pessoais ao cumprimento dessa missão, mesmo com plena consciência de que isso a transformaria - fora e dentro do Governo - no bode expiatório de uma situação impossível de gerir face aos meios e recursos à sua disposição."

Rui Vieira Nery

1 comentário:

Anónimo disse...

Precisamos de lideres com pulso a comandar e tomar decisões importantes, algo que esta senhora não demonstrou. É certo que o problema deriva de variados factores, mas é também certo que a dança de cadeiras promovida pelas alterações de cor no poder, levam a que pessoas incompetentes (amigos partidários, sobrinhos e primos que até inventam licenciaturas ou equivalências para poderem ocupar o lugar) ocupem lugares de responsabilidade culminando numa sucessão de asneiras. Ela, estando no topo tem de se responsabilizar...não foi a única mas fez parte da comandita que falhou...especialmente quando 4 meses após a primeira tragédia sucede uma segunda...não é porque estamos a 30 de setembro que acaba a época de incêndios!Essas datas fixas têm de acabar! Tem de haver colaboração com os vários especialistas!

É como a nossa obra do molhe, não ouviram os especialistas, nem pescadores, nem surfistas nem ninguém, e aconteceu uma tragédia! Isto vai continuar a acontecer porque os nossos políticos são autistas. Não fosse a lição de humildade e humanismo do Pres.Rep.e o Costa mantinha a frieza e autismo típicos...