.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Ainda não estamos na Ucrânia, mas...*

O secretário de Estado do Tesouro e Finanças foi  interrompido, na passada sexta-feira, no Parlamento, por protestos da bancada do PSD,  depois de dizer que o deputado social-democrata António Leitão Amaro tem um "profundo desconhecimento do RGIC [Regime Geral das Instituições de Crédito] ou uma disfuncionalidade cognitiva temporária".
O PSD ficou muito ofendido, a meu ver, sem razão, pois o governante limitou-se a sublinhar o desconhecimento técnico de Leitão Amaro da matéria em debate. 
O secretário de Estado do Tesouro limitou-se a dizer, para todos perceberem, o seguinte:  que o deputado estava sendo temporariamente parvo.
Será que a razão de ser do ruído do PSD teve a ver com a discordância sobre "o carácter temporário da disfuncionalidade"?..

* - título da postagem inspirado aqui.

Sem comentários: