.

"Como todos sabem, há diversas modalidades de Estado. Os estados socialistas, os estados capitalistas e o estado a que chegámos" na Figueira.

terça-feira, 14 de junho de 2016

Se a ferradura desse sorte, os burros não continuavam a puxar a carroça...

CGD: Seremos TODOS burros?
"A CGD – Caixa Geral de Depósitos, foi vítima de saques organizados desde o início deste século:
1) Financiamento de operações com critério político em vez de critério empresarial;
2) Financiamento de investidores sem qualquer critério que não fosse a sua proximidade ao poder instituído em cada instante;
3) Financiamento de empresários sem qualquer critério que não fosse o dos “benefícios correlativos para os decisores” (a receber pelos próprios ou pelas “famílias”, de sangue, de política, de ordem ou de loja);
4) Gastos sumptuosos de funcionamento, de aparência, de imagem, SEM qualquer critério Institucional que não fosse o bem-estar das Administrações (e dos seus companheiros de viagem).
O resultado de tudo isto:
a) Um buraco INICIAL de mais de 3 mil milhões de euros (que já “emprestámos” à CGD durante o Governo PSD/CDS);
b) Um buraco ADICIONAL de quase 4 mil milhões de euros (que vamos “DAR” – estes são MESMO dados – à CGD no Governo PS/BE/CDU)."

Para continuar a ler este texto do "louro" Carlos Paz, clicar aqui.

1 comentário:

A Arte de Furtar disse...

Pins!
Nem acredito!
Receita de direita pura e dura, mais despedimentos, para a CGD?
A culpa morre solteira.
Ainda se lembram do guito que o Berardo levou para comprar acçoes no Millennium?
E quantos mais versões de Varas vamos ter?
Assim não dá,pessoal.
Credibilidade deveria ser a regra de ouro do vosso acordo.
E para o BE e PC não basta dizerem não concordo!!!!
Vão dar banho ao cão que quem se vai lixar sou eu!