"Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha." - Confúcio

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Marcelo, o dissimulado: não obrigado!..

"Marcelo Rebelo de Sousa, é público, foi declarado apoiante de Pedro Passos Coelho, Durão Barroso, Cavaco Silva e demais destacadas personalidades do PSD. Ele próprio é um destacado militante laranjinha. Mas, para fugir a uma segunda volta eleitoral, procurou reescrever o seu passado, por actos tais como o afastamento do líder do PSD da sua campanha, pela sua afirmação supra partidária e pela camuflagem da sua vida partidária.
Mas Rebelo de Sousa é, simplesmente, quem sempre foi. Uma destacada personalidade do PSD, que sempre defendeu o seu partido. Os militantes partidários não perdem o direito de se candidatarem por o serem. Mas se procuram esconder a sua natureza, não se queixem de ser apontados por tal. Num contexto onde os políticos, tão despudoradamente, têm um discurso em campanha e uma acção muito diferente no exercício dos cargos, votar em quem se apresenta dissimulado é o primeiro passo para se ter aquilo que não se antecipou. Por isso, não votarei em Marcelo Rebelo de Sousa."
Com a devida vénia, faço minhas as palavras de j. manuel cordeiro.

Sem comentários: