.

#FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA.#FIQUE EM CASA.

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Cheira-me que, na Figueira, vai nascer uma nova agenda cultural!.. 

Em tempo.
Não sei se aconteceu com vocês, mas eu, depois de ler a crónica acima, fiquei com vontade de me empanturrar de cultura.
Mas, escolhida a dedo. 
Isto,  não me acontecia, com tamanha intensidade, desde o início de 1954.

3 comentários:

Anónimo disse...

É dito na crónica que a televisão tranformou-se no monstro estupidificante dos nossos tempos.
Então e o que poderemos chamar a quem deixou criar tomates no areal da rainha das praias de portugal?

alex campos disse...

Mas para muitos ainda bem que a televisão se transformou no monstro estupidificante dos nossos tempos. E também criou muitos estúpidos.
Porque, como disse o cantor francês Renaud, isto só muda quando os estúpidos votarem na Esquerda, o que me parece uma impossibilidade.

o cu de judas disse...

pois é a questão continua a ser a mesma cultura de massa ou cultura aristocrática, de elite. embora os meios de comunicação de massa sejam um bom meio de divulgação, a pergunta é os produtos da industria cultural são bons ou maus? o que é bom e mau produto? quem decide ?Produtos de alienação? que debilitam a capacidade de pensar de forma critica e autónoma ? já agora e os canais abertos, que responsabilidade é a deles? como ousaram chegar a exibir big brotters e outros que tais, aquilo ´e que é lúdico? é informativo? não percebo