.

#FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA.#FIQUE EM CASA.

sábado, 24 de maio de 2014

Hoje, a política fica de lado: falemos do engate!..

Legenda da imagem
A revista Nova Gente cometeu uma terrível gaffe na edição desta sexta-feira ao chamar à capa uma notícia de que Judite Sousa e Isabel Figueira estariam ambas envolvidas com um homem casado, que seria Luís Montenegro, líder da bancada parlamentar do PSD. Contudo, Isabel Figueira já veio a público desmentir a notícia, explicando que quem está ao seu lado na foto tirada na praia é Henrique Blanc, um «amigo de infância»
A revista, através do Facebook, já pediu desculpas referindo que «trata-se de um lapso, que muito lamentamos».
_________________________________________________________________________________________
O que vem a ser uma boa frase de engate? 
Será uma frase que nos faz pensar sobre a pessoa que a proferiu e o conteúdo da mensagem que nos quis fazer chegar, ou pelo contrário, que nos deixa a pensar em nós, alvo a conquistar? 
Essa coisa do engate palavroso - nem todo o engate é falado, há muito que é desgraçadamente esganiçado - sempre me fez pensar e reflectir... 
Não seria suposto que o engate nos fizesse ficar  caidinhos por quem nos tenta engatar? 
Então porque é que a maior parte das mulheres, por exemplo, só porque alguém lhe diz que ela ilumina a rua por onde passa mais do que a iluminação pública, não pára, ao menos, dois segundos, para reflectir sobre a proveniência do elogio? 
Não seria suposto que a «vítima» do engate se detivesse a valorizar a inteligência da tirada e, em consequência, atribuísse uma nota global ao engatante, de modo a colocá-lo, ou não, na coluna dos «Putativos»
Temo e creio, simultaneamente, até pelo que observei nas últimos dias, que as regras do engate estejam definitivamente subvertidas. 
Deve ser por isso que a maior parte das pessoas olha para o engate como algo de desprezível, em vez de o ver como algo de profundamente imaginativo, intelectual e decisivo para o nosso futuro e as nossas vidas.
Bem observadas as coisas, o engate não deixa de ser uma forma de expressão artística, apesar de ter sido banalizado e desvalorizado ultimamente – a voz esganiçada não ajuda, os risinhos tontos e os golinhos bebidos pelo gargalo da garrafa também não!.. 
Portugal seria diferente se a técnica do engate tivesse sido correctamente aperfeiçoada ao longo dos tempos. 
Se tal tivesse acontecido, o engate seria, hoje em dia, uma arte de refinado talento e bom gosto - muito diferente, portanto, do que é... 
Mas os tempos que vivemos são estes: depois de uma das piores campanhas de engate a que assisti nos últimos 15 dias, temo bem que só se dignem deixar engatar os verdadeiros militantes do engate - os boys e girls aos quais as benesses garantam o presente e o eventual futuro.
Sobre política, Portugal, hoje, resume-se a isto?..
1) Quem é Luís Montenegro? 
2) Quem é Henrique Blanc? 

1 comentário:

Anónimo disse...

Porra isto sim é uma boa noticia para os portugueses.
Assim vale a pena comprar revistas.
Afinal já podemos ir votar descansados .
Até já vou dormir melhor esta noite.
Abraço camarada. Bom domingo.