.

"Como todos sabem, há diversas modalidades de Estado. Os estados socialistas, os estados capitalistas e o estado a que chegámos" na Figueira.

quarta-feira, 21 de maio de 2014

A escola industrial e comercial

foto sacada do facebook de Isabel Maria Coimbra
"Em 1888 foi criada na Figueira a aula de desenho industrial precursora da que em 1889 evoluiu para escola industrial e, posteriormente, também comercial. Ali se formaram gerações de técnicos de vários níveis, alguns dos quais à custa de muito esforço e formação teórica complementar, conseguiram licenciar-se e ali deixaram as suas marcas, também como professores.
Sim, porque o regime de então pretendia separar o povo em duas classes: os futuros dirigentes públicos e os filhos dos operários, que teriam como destino servir a classe dirigente. Não cabe nesta meia dúzia de linhas o muito que haveria a dizer.
Nem sequer interessa tanto analisar o passado. Uma coisa é certa: aquela casa, não só faz parte da história da Figueira, como muito do que positivo se fez ao longo dos anos, se lhe deve, para além se ali se ter construído salutar pensamento que influenciou oposição ao regime então vigente.
Importa discorrer sobre o presente e o futuro. Não é a primeira vez que, por ocultas razões elitistas, se induz a ideia de pôr em causa a sua existência. As soluções não são apenas compostas de números. Há muito mais vida para além deles.
Estou certo que os que por lá passaram e que anualmente a celebram: alunos, professores, funcionários, orgulhosos do que ali aprenderam, ensinaram e enquadraram não deixarão que lhes “deitem a casa abaixo”.
Incluindo o signatário destas linhas, orgulhoso de ali se ter preparado para a vida."

Daniel Santos, engenheiro civil, hoje no jornal AS BEIRAS.

Sem comentários: