.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

quarta-feira, 14 de maio de 2014

Esplanadas

“...dispor de uma esplanada na Figueira da Foz é hoje um desejo que parece não estar ao alcance de todos, atendendo ao valor das taxas que, acrescidas ao valor do arrendamento ou do IMI, acabam por constituir um encargo pesado para os comerciantes.
A Câmara Municipal, amarrada embora ao cumprimento do Plano de Saneamento Financeiro, decidiu desenvolver alguns projectos para valorização da cidade, o que significa que dispõe de algumas disponibilidades.
Talvez se possa permitir libertar algumas obrigações aos agentes económicos.
Pode ser a ocasião para adoptar uma solução semelhante àquela que a Câmara de Oliveira do Hospital tem vindo anualmente a aprovar: a isenção do pagamento de taxas de ocupação do espaço público para efeito de esplanadas.
Os comerciantes, os figueirenses e os turistas agradeceriam. E a cidade poderia ganhar um pouco da vivência que tem vindo a perder.”
Daniel Santos, engenheiro civil, hoje, no jornal AS BEIRAS

Sem comentários: