domingo, 28 de maio de 2006

S. Pedro: 22 anos de freguesia, três presidentes ...



Opinião



De 1985, até aos dias de hoje, a Freguesia de S. Pedro conheceu três Presidentes.
A saber: de 1985 a 1989, Domingos São Marcos Laureano; de 1990 a 1994, José dos Santos Dias Vidal; de então para cá, Carlos Manuel de Azevedo Simão.
Sem querer particularizar, isto dá que pensar, pois casos de pessoas que se eternizam no poder no Portugal democrático, não são tão raros como isso.
Alberto João Jardim, o chefe da Madeira, é o caso mais mediático.
Mas, há mais, muito mais! ...
Isto coloca uma questão real e concreta: a dificuldade que alguns políticos têm em gerir bem o abandono do poder em democracia.
Nisso, as ditaduras são mais claras e transparentes.
Os chamados insubstituíveis, só saíam da cadeira do poder para o cemitério...
No Portugal democrático, as coisas não são bem assim.
Mas as resistências são muitas ...Não é fácil!...
Muitos resistem ao afastamento do poder, com argumentos patrioteiros: o País, ou a Terra, precisa deles, e eles estão disponíveis e dispostos ao sacrifício pessoal e familiar.
Sejamos claros. Face à situação, que se vive um pouco por todo o País, só há um caminho a seguir, nesta nossa democracia: a generalização da limitação temporal do exercício dos mandatos de todos os políticos.
O povo, abomina a soberba.
A menos que esse pecado mortal se confunda com autoridade.
Mas, para continuar a confundir o povo, é necessário não perder as estribeiras.
Para evitar males maiores, o melhor, mesmo, portanto, é a limitação de mandatos.
Mais do que homens grandiosos, um País, uma Terra, um povo e uma democracia, necessitam de leis justas e de uma tradição de respeito pelos outros.
A democracia é o governo dos homens normais.
Dispensa heróis e iluminados, antes serve a todos.
Nada como estarmos protegidos de quem nos quer fazer tanto bem! ...

22 comentários:

barbas disse...

o pior o pior é o ultimo!!!
xô caralho...

Zé dos percebos disse...

viva o salazar...
viva o sr.simão...
viva a ditadura...

Bakunine disse...

Dr. Agostinho, vai-me desculpar mas elaborou aí um erro medonho: é que a democracia não é o governo dos homens normais. Segundo Adous Huxley, a democracia é o regime que mais favorece a corrupção. Segundo eu, a democracia é um conceito totalmente vago, abstracto, inóspito. Ok?
Ou então chamaremos democracia a invadir e destruir países, a fechar escolas, hospitais, seviços públicos para uma parte (lei-se uma minoria muito restrita)da população viver à custa da grande maioria.
Estamos entendiddos?
A democracia que vá para as malvas...
Um bem haja e parabéns pelo seu blogue, continue a blogar que bloga muito bem...

jorge w disse...

Cá para mim enganaste-te foi nas datas dos presidentes... vê bem.

Pierre-Joseph P. disse...

Acho que o Bakunine tem muita razão. Só um regime democrático permite levar ao poder Reagans, Bushs, Simãoses, Guterreses, Barrosos, Blairs, Hitlers, Mussulinis,Socrases, Chiracs, Berlusconis e outros filhos da puta que tais.
Ah, quase me esquecia dos jardinzes.
O Eduardo dos Santos ainda não ganhou as eleições mas está bem apadrinhado pelos democratas dos américas, portanto vai dar no mesmo. Repetindo o portanto, o E. dos Santos pode ir para a puta que o pariu.E, já a gora, levar os donos.

Anarqoindependente disse...

Porcos fascistas Chulos do ESTADO!!!
ditadores...

Anónimo disse...

Uma pessoa tão inteligente não pode dar Gralhas como a deste texto!!!!
Então diga- me se o presidente SIMÃO só está na junta desde 2003!!!!!!!!!!!! o homen que não dá erros e que não se engana dá uma gaffe destas?
SR: BAKUNINE tenha coragem para reflectir e assumir que realmente a data correcta não é essa....
"O Pilas"

Anónimo disse...

Foi emendado o texto mas devia ter uma palavra aos seus comentadores, que de tão burros que são até mereciam um pedido de desculpas.
"Quando estiveres a subir não te esqueças dos pequenos, porque quando vieres a descer podes encontra-los no caminho"Palavra da salvação.
Maralho

luis figueiredo disse...

anonimo não sejas dependente...

Anónimo disse...

Parece-me que este blog está transformado em oposição pura e dura ao Presidente da Junta. Embora não viva na Cova nem na Gala, conheço(acho)o Simão suficientemente bem, para me parecer um exagero o que se tem escrito neste blog.
Acho que os posts deverão ser críticos sim , denunciando o que há para denunciar e aplaudindo o que há para aplaudir. Mas de aplausos ainda não vi nenhum. Será que o Simão ao longo de tantos anos (não apenas após 2003), só tem feito asneiras...Então porque será que a população o vem reelegendo ao longo de vários mandatos?É por estar insatisfeita?Confesso que não entendo.
Boa tarde
Luis Elvira

Anónimo disse...

Pede-se ao BAKUNINE que trata o Sr, Agostinho por DR, nalguns post que por aí circulam. O favor de responder ao Sr. Luis Elvira, era de bom TOM, mesmo com erros, sabe, é que à várias maneiras de responder.
simão

Anónimo disse...

Hé migo isto para o teu lado nã tá bon.A modos que Hé peixegordo,
foda--se que isto pegua fogo.
~MIxelhão

Anónimo disse...

Dependente de quê?
Sr Luis Figueiredo?
Só porque se dá um erro somos enxovalhados no blog; o Sr Do Blog dá muitos erros só tem que aceitar a auto critica, ou será que isto afinal está tudo errado??
"Palavra da Salvação"
O pilas

Anónimo disse...

Pilas, ..
Maralho,...!?!?!?
Aonde foram desencantar nomes DESSES???
Frequentam as proximidades da ORBITUR???
HUMM ... parece que sim!
Isso é que são uns maralhos e pilas devidamente domesticados e amestrados!!
Pelo CHEFE, claro!!!

Anónimo disse...

O CHEFE ja BLOGA????
Agostinho, tas a subir puliticamente!!

Zé dos percebos disse...

grande agostinho ...
eles agora que se agarem ...
ao DR.pilas e DR.maralho

pimenta disse...

as chaves ão de todos simão...
boa AGOSTINHO

pimenta disse...

as chaves ão de todos simão...
boa AGOSTINHO

Anónimo disse...

AS CHAVES SÃO DE TODOS SIMÃO...
BOA AGOSTINHO

Anónimo disse...

pimenta vai aprender a escrever

pimenta disse...

Anda por ai muito nervosismo não?

Bakunine disse...

Como me pediram para responder ao sr. Luís Elvira, vou fazer um esforço, porque detesto responder a quem não conheço e a quem não diz uma para a caixa.
Como é sabido não tenho qualquer respeito pela democracia burguesa, por muitas e variadissimas razões, mas uma das principais é porque ela não se dá ao respeito.
O povo vota sempre bem, como se sabe, e maioritariamente naqueles a quem o poder quer que ele vote. Claro que aqui em S. Pedro houve muitos interesses, que não passam pelas aspirações da população, diga-se de passagem, muitos deles até bastantes discretos como convém. Porque senão como se explicaria a votação intensa que juntou desde a extrema-direita ao denominado centro-esquerda?
Bem, abri uma excepção em responder, sinto-me não tanto um democrata, mas uma pessoa de boa vontade.