domingo, 21 de maio de 2006

Anjinhos Papudos


Tarde de domingo, duma primavera que mais parece outono.
O Conselheiro Acácio a pensar nos cabrões dos Anjinhos Papudos:
“Que estranhos animais, estes, que vivem no meu território ...
Só têm duas patas e não espetam a cauda quando me vêm! ..”
Os Anjinhos Papudos a pensarem no Conselheiro Acácio:

É PRECISO QUE SAIBAS!

Se espetas
Certeiro
Ao coração do Povo
É a ti que feres.

Se cercas
De grades
A vida do Povo
É a ti que prendes.

Se julgas
Sem justiça
O direito do Povo
É a ti que condenas.

Se negas
A verdade
À palavra do Povo
É a ti que mentes.

Se lavras
No duro chão dos dias
O tempo futuro
É nele que vives.


(Joaquim Namorado)

10 comentários:

Zé dos percebos disse...

mais uma vez?
não batam mais no ceginho...
oh ceginho não ligues mas também só fazes merda...!!!!!!!!!!!!!!!!!

Zé dos percebos disse...

mais uma vez?
não batam mais no ceginho...
oh ceginho não ligues mas também só fazes merda...!!!!!!!!!!!!!!!!!

pimenta disse...

aí o presidente mudou de nome?

barbas disse...

Ai isso já vai assim para esses lados?
As pessoas não podem dizer o que querem fundamentando?
Mas a final vivem aonde amigos ?
Continuem a postar...
Sem que leve a mal senhor presidente este pode ser o teu manual...
aponta as ideias ...

Anónimo disse...

Está excelente, só de um cranio de um sábio sêm situações que têm que ser louvadas.PARABÉNS e como disse em comentários anteriores estes gaijos dão-te cabo do penico, mas tu enche o penico e depois vaza-o pela cabeça desses energumes.
Mais uma vez o meu amigo, ZÉ DOS PERCEBOS tem toda a razão.Um abração do ZÉ TAMBORIL

Anónimo disse...

Sanhudo, Inexorável Despotismo,
Monstro que em pranto, em sangue a fúria cevas,
Que em mil quadros horríficos te enlevas,
Obra da Iniquidade e do Ateísmo;

Assanhas o danado Fanatismo
Porque te escore o tronco onde te enlevas;
Porque o sol da Verdade envolva em trevas,
E sepulte a Razão num denso abismo:

Da sagrada Virtude o colo pisas,
E aos satélites vis da prepotência
De crimes infernais o plano gizas:

Mas, apesar da bárbara insolência,
Reinas só no exterior, não tiranizas
Do livre coração a independência.

Grande Bocage

Anónimo disse...

Grande Bocagem.
Agora o pensamento/pesadelo da semana:
"Estou lixado, agora que pensava estar a gosar a minha reforma com ventos a favor, tenho que levar com estes cromos todos os dia a lixar-me a cabeça".Pensamento de um presidente de junta reformado á pouco tempo:
ZÉ TAMBORIL

marinheiro disse...

Grande poeta, grande revolucionário, grande homem... fez o favor de ser meu amigo...
um homem como há poucos, ou já nem há...

Da gala disse...

Parabéns pelo vosso blog....
Agostinho nunca deixes ser a pessoa que és ,miúdo este sem duvida é o teu mestre...
Só tens motivos par estar orgulhoso do teu tio...
Um abraço para vocês

Anónimo disse...

Grande presidente, será das companhias?????????????????