sexta-feira, 19 de abril de 2013

SE O PARTIDO SOCIALISTA FOSSE VIVO TINHA COMEMORADO HOJE 40 ANOS!..

Daqui

Autárquicas 2013 na Figueira... (da série, o que já lá vai e o que ainda aí vem…)


Para o ano de 2013, foram  estabelecidos os seguintes períodos de defeso para a Pesca no rio Mondego de lampreia.
- Para a pesca de lampreia, de 24 de fevereiro a 5 de março e de 16 de abril a 20 de dezembro;
- O período de defeso da lampreia estabelecido no Despacho n.º 31596/2008, de 26 de novembro de 2008, termina, em 2012, a 20 de dezembro, iniciando-se a safra a partir do dia seguinte.
- Entre 24 de fevereiro e 5 de março e entre 22 de abril e 1 de maio, para além da interdição da captura, manutenção a bordo, descarga e primeira venda de exemplares das espécies em defeso capturadas em águas interiores não marítimas no Rio Mondego, é interdito calar redes de tresmalho de deriva e de fundo e as asas das estacadas dirigidas à pesca de lampreia e devem ser retiradas ou unidas e a rede levantada por forma a impedir a captura de peixes. (Clique para ver Despacho n.º 1313 de 2013 de 22 de Janeiro).
Entretanto, em finais de Fevereiro passado, Miguel Almeida veio à boca de cena.
Hoje, li o seguinte no Diário de Coimbra.
Isto, quando toda a gente, minimamente conhecedora do assunto,  sabe que “depois de Abril, por já ter desovado, a lampreia deixa de ter valor.

Em tempo.
Às vezes a política é feita com autenticidade, sinceridade e verdadeiramente, mas é raro tal acontecer.
Ás  vezes a política tem coerência, mas é raro tal acontecer.
Ás  vezes os políticos são genuínos, mas é raro tal acontecer.
Percebem, agora, porque, em meu entender, certos políticos não passam de "bimbos"?..

Os câmara boys

A estrutura de recursos humanos está invertida. 
O profissionalismo foi dizimado pelo clientelismo.

Em tempo.
O que nos vale é que existem excepções...
A Figueira, digo eu, é, portanto, neste caso, também, o contraponto contra natura. 
Repito, digo eu...
Mas gostava de saber se mais alguém pensa assim...

Túnel ao fundo do túnel

«O nosso destino é falhar. Vamos falhar todos juntos. E sem estrebuchar. Há que educar o gosto para a beleza do falhanço colectivo. Imagine que vai ser devorado por um tigre. Não seja lírico. Já lhe disseram que não há alternativa. Lutar com o tigre é inútil (recordo que não há alternativa). O melhor é ficar quieto e deixar-se devorar. E, já agora, deitar uma pitada de sal no lombo, que o tigre gosta da carne apaladada. O trabalho do Governo é tratar deste tempero. Não se preocupe com nada.» 

Crónica na íntegra aqui.
Ricardo Araújo Pereira, na Visão desta semana, sobre alternativas e falta delas.

Ai Naval, Naval...


«Vir dizer que os jogadores, que não recebem há quatro meses - depois de incumprirem todos os prazos e todas as obrigações, depois de incumprirem com todas as promessas feitas, depois de cheques devolvidos do presidente da Naval -, cometeram um ato ilegal pelo facto de não treinarem, eu acho que isto é de alguém completamente desavergonhado, é perder completamente a vergonha», disse Joaquim Evangelista.
O dirigente sindical desafiou o presidente da Naval a esclarecer a situação, designadamente a vir dizer se há realmente algum investidor interessado no clube da Figueira da Foz.
«Então quem são os sérios? Os sérios são os que não pagam e não honram os compromissos? No mínimo, devem ter respeito pelos jogadores. Já está na hora de o presidente da Naval dar a cara e dos dirigentes que lá estão assumirem a verdade», sustentou.
Evangelista desafiou mesmo os dirigentes da Naval a dizerem se há, de facto, um investidor e a «deixarem-se de brincadeiras com os jogadores profissionais de futebol».

Gaspar já está a obter resultados...

"A faculdade de Medicina Dentária de Lisboa é a primeira a suspender as aulas clínicas, a partir de hoje, por estar impedida de comprar materiais de higiene."