quarta-feira, 3 de abril de 2013

Mais um “êxito” para um projecto ganhador...

Derrotada a moção de censura apresentada pelo PS, o governo de Passos, Gaspar e Portas vai manter-se em funções. Assim o decidiram os deputados da maioria (PSD/CDS), pelo que estão, de momento, assegurados mais “êxitos” para este  governo…

Em tempo.
Entenda-se por mais "êxitos", mais número de desempregados; mais  aumento da pobreza e da exclusão social; mais aumento da dívida pública; mais  queda da economia; mais aumento de impostos…
Chega, ou querem mais “êxitos” para abrir os olhos?..

A partir de agora, quem é de direita, não pode ser contra a inefável candidatura do dr. Miguel…


A Comissão Política Nacional do PSD aprovou  nove candidaturas autárquicas no distrito de Coimbra, entre elas a do dr. Miguel Almeida, na Figueira da Foz.

P.S. (1) –
Comissão Política Nacional do PSD?..
Agora a sério…
Mas qual Comissão?
As Comissões são constituídas por pessoas, seres humanos, gajos e  gajas.
A meia dúzia de  gajos que controlam os ténues fios de nylon que fazem com que o dr. Miguel mexa os bracinhos e as perninhas,  dentro do PSD, de vez em quando, contam…
P.S. (2)  -
Ontem,  ao cair da noite, acusaram-me violentamente de ser de esquerda.
Confesso que  dormi mal a noite passada.
Espero que este post me tenha recolocado, aos olhos dos que por aqui passam, no meu devido lugar...

Isto é tudo uma "ganda" fita, mas estamos a ficar cada vez pior na fotografia...



Como foi possível, depois de Carolina Patrocínio, termos chegado ... a     Miguel Gonçalves!



Em tempo.
E não é preciso ter memória de elefante.

O problema de Portugal não é falta de talento, é a falta de descaramento...


A mais importante bandeira deste Governo no combate ao desemprego é o programa Impulso Jovem.
Vem do início de 2012, criado pelo  Dr. Relvas (presumimos que com o conhecimento do ministro da Economia) e  o programa consiste sobretudo num impulso à contratação de trabalhadores com menos de 30 anos. As empresas que se candidatarem têm um desconto de 75% na TSU se contratarem jovens precários e 100% se oferecerem um contrato efectivo. Como seria de esperar, o programa, uma genial criação, tem sido um retumbante sucesso. Inicialmente tinha um custo de  344 milhões de euros e pretendia chegar a 90 000 desempregados. Quase um ano depois, 8000 candidaturas tinham sido aceites e apenas 4500 jovens  já tinham sido iniciado os seus estágios em empresas.
Apenas alguém mal intencionado poderia ver os 5% do objectivo inicial atingido como um falhanço.

Por conseguinte, apesar do brilhantismo do esquema, este  não tem sido tão aliciante e eficaz como o Dr. Relvas previra…
Vai daí, injectou mais valia à criação: depois de ter visto um vídeo no YouTube (todo um programa), o Dr. Relvas contratou como "embaixador" do programa um desses patetas da moda que dão formação de "empreendedorismo",  a quem estiver interessado em embarcar na maravilhosa barca do Portugal futuro. 
A criatura é um protótipo exemplar da loucura que parece ter tomado conta do país. O "homem novo" é um tipo que um dia viu a luz e desatou a empreender, e que acha que os estudantes universitários só têm de pagar 100 euros por mês para conseguirem estudar. Gaba-se de nunca ter enviado um currículo - o que nos pode levar a pensar que terá recorrido à forma mais comum de empreendedorismo luso, a "cunha" -, não liga a política, acredita em "sonhos e super-heróis", quer "bater punho" (o que quer que seja que isso significa…) e promete levar o programa de combate ao desemprego a "todos os cantos do país".
Ah, e afirma-se como um rapaz simples.
Eu diria que é simplesmente simplório, um Tino de Rans para os tempos modernos…
Tudo isto existe, tudo isto é triste, tudo isto é fado?..
Ouçam-no "cantar". Cliquem aqui, se querem conhecer o "homem novo"!