"Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha." - Confúcio

terça-feira, 27 de julho de 2021

O circo mediático, a previsível campanha ao contrário aí está. Os problemas reais do concelho ficam para depois...

Sem querer meter a foice em seara alheia, mas metendo, penso que uma campanha política não se pode resumir ao "circo" que é "atirado" à população como forma de a distrair dos problemas reais. Claro está que um dia o público pode acordar e sem público não há circo que resista. 
O espaço mediático é o instrumento fundamental desta política. 
Política? Sim e não só porque são os políticos os seus principais "actores",  mas também porque são os únicos com poder efectivo para mudar alguma coisa. 
Todavia, a uma classe governante medíocre interessa uma população igualmente medíocre, alienada e desiformada, como forma de se perpetuar no poder. 
Esta é a tal "política" que tem servido para perpetuar  a partidocracia bipolarizada em em que vivemos na Figueira há mais de 4 décadas, com os resultados que são difíceis de ignorar e conhecidos de alguns. 
De Santana não se esperava outra coisa. Agora os outros embarcarem!.. 
Santana começa a marcar decisivamente o terreno e o rumo da campanha autárquica. E, aí, sente-se como peixe na água e vai golear. 
Se é para continuar por este caminho não estou a ver nada de bom a avizinhar-se para o concelho...
Via Diário as Beiras

Sem comentários: