"Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha." - Confúcio

domingo, 11 de abril de 2021

Só Agora Começou...


Rosália Amorim
"A Operação Marquês fez (e ainda vai fazer) correr muita tinta, não só nos jornais, mas num livro que em breve será publicado, da autoria de José Sócrates.
Só Agora Começou é o título da obra do antigo primeiro-ministro. Tem prefácio de Dilma Rousseff, ex-Presidente do Brasil, e foi redigido antes de ser conhecida a decisão do juiz Ivo Rosa, através da qual ficámos a saber (na sexta-feira) que José Sócrates será levado a julgamento por seis crimes, e não 31, como ditava a acusação do Ministério Público. 
Em Só Agora Começou, obra a que teve acesso o jornalista e correspondente do Diário de Notícias no Brasil, João Almeida Moreira, o antigo governante acusa o Partido Socialista de lhe ter voltado as costas. José Sócrates não poupa palavras duras para atacar o aparelho. Diz mesmo que os socialistas decidiram que “o único líder que teve maioria absoluta deveria ser removido da história” e que nunca esperou ser “atacado tão injustamente”. Acusa ainda a direção do seu próprio partido de não honrar a sua declaração de princípios. A zanga e desencanto do antigo primeiro-ministro para com a família do Largo do Rato fica bem patente nas páginas do livro. Atira sobre a direita e os media, uma vez mais, como é seu apanágio. Os ataques são muitos. 

Quanto à Operação Marquês, segue agora para o Tribunal da Relação de Lisboa, por recurso do Ministério Público. 
Arrasada que foi a acusação e não restando desta pedra sobre pedra, o Ministério Público não vai ficar calado e muito menos quieto, depois dos ataques do destemido juiz Ivo Rosa. Além de um aparante ajuste de contas entre facções políticas, parece haver também aqui um ajuste de contas entre duas alas dos poderes judiciais. Quem perde com isso? A própria justiça, a sua força, reputação e credibilidade."

Sem comentários: