.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

sábado, 15 de setembro de 2018

O social porreirismo figueirinhas, a imprensa do regime, a paz podre da politicazinha local e a Figueira Beach Sports City...

Via Diário de Coimbra, edição de 15.09.2018
Ricardo Silva, vereador da oposição, já deu provas de que é um político incómodo para a situação, porque faz o trabalho de casa. Ontem, mais uma vez assim aconteceu. Não foi de modas: foi claro, directo e preciso. Disse ele, no decorrer da reunião camarária.
"A Câmara Municipal da Figueira da Foz, liderada há 9 anos pelo Dr. João Ataíde, e com Dr. Carlos Monteiro responsável pelo pelouro do Desporto, desde 2013, já gastou em ajustes diretos 193.530,00 €. No âmbito do Projeto Sport Beach City, sem contabilizar os equipamentos que foram adquiridos e toda a logística relacionada com os eventos.

A empresa de Coimbra, DoctorSport, Lda foi contratada pela Câmara Municipal, sem concurso público, sendo o objetivo dessa contratação a, “ Concessão, Organização, desenvolvimento e realização de eventos desportivos de praia, no âmbito do projeto “ Figueira Beach Summer Games.”; os contratos já totalizaram os 141 mil euros.

Além disso, Câmara tem vindo a efetuar, contratação de prestações de serviços em regime de avença com 4 técnicos, para o “Secretariado técnico das diversas áreas de desenvolvimento e implementação do projeto Figueira Beach Sports City” ( 2 técnicos com contratação anual, 2 técnicos em tempo sazonal); desde 2016 o valor gasto em avenças, foi de 52,5 mil euros.

A Câmara Municipal da Figueira da Foz, está recrutar recursos humanos para fazer o trabalho que contratualizou com a empresa DoctorSport, Lda."

Isto, enquanto "não houve uma estratégia clara para o desenvolvimento desportivo, não houve um investimento em infraestruturas desportivas pelo contrário deixaram-se degradar as existentes por todo o Concelho, como é exemplo gritante, o Estádio Municipal “José Bento Pessoa”."

Isto, enquanto (escrevo eu) não tem havido dinheiro para dotar o concelho de condições para os jovens poderem praticar desporto com um mínimo de condições (há quantos anos foi prometido um "sintético" ao Grupo Desportivo Cova-Gala, que joga num pelado impróprio e sem condições para a prática desportiva, propriedade da Câmara Municipal da Figueira da Foz?)...
Estou farto de políticos acomodados e bem-comportados. 
A Figueira precisa é de mais políticos trabalhadores, corajosos, inquietos,  desassossegados e mal-comportados.
Tipo Ricardo Silva, pois claro... 
A não acontecer assim estamos mal: 97% da população já não acredita nos políticos.
Os outros 3%, são os políticos e os seus amigos que andam a "mamar" à custa do orçamento...

Sem comentários: