.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

sábado, 30 de julho de 2016

Nota de Imprensa do PSD/Figueira a "PROPÓSITO DAS OBRAS DA PRAIA"

"Ainda a propósito das obras da praia cujas irregularidades já foram devidamente identificadas e divulgadas pela Comissão Politica dos PSD da Figueira da Foz, há no entanto que ter em consideração o seguinte: Foi notória a falta de cuidado com a segurança dos munícipes nas zonas mais críticas da obra, particularmente com a segurança das crianças e jovens. Foi ainda evidente a deficiente calendarização da obra tendo em conta a época balnear, verificando-se á data em que o PSD chamou a atenção para esta situação em que em plena época balnear a praia se apresentava como um enorme estaleiro com obras in concluídas por todo o lado. Trata-se no primeiro caso de uma grave falta de cuidado com a segurança dos munícipes e dos que nos visitam, e no segundo de uma falta de cuidado com os impactos que a deficiente calendarização da obra tem nos operadores turísticos e de uma forma mais geral em toda a economia figueirense, quer no ano em curso, quer nos anos seguintes, na medida em que a imagem que levam aqueles que nos visitam não é particularmente motivadora de um potencial regresso. 
Após a visita e chamada de atenção desta Comissão verificou a mesma que o Executivo Camarário procedeu de imediato á regularização de algumas situações mais prementes em matéria de segurança, e fez um esforço para concluir de forma mais célere as obras em curso, dando á praia um aspecto mais condizente com a imagem que todos os figueirenses certamente desejam. Congratulamo-nos com tal tomada de posição do Executivo e reiteramos o nosso empenho em ser agentes activos na detecção e proposta de resolução dos problemas que se colocam aos figueirenses.
Na verdade esta situação na praia da Figueira/Buarcos é apenas o lado mais visível de algum descuido com que a Câmara Municipal tem tratado o potencial gerador de riqueza para o Concelho, que são as suas praias. De facto também no caso da praia do Cabedelo ou da praia de Quiaios, por exemplo, é manifesto o descuido com os passadiços de acesso estragados e cobertos de areia em plena época balnear. Nestes caso nem se trata de fazer obras novas  caras, mas tão somente de fazer a manutenção mínima aos equipamentos já existentes.
O que está em causa no caso da praia da Figueira/Buarcos, é a falta de reflexão e estudo sobre todos os condicionantes da obra; já no caso das outras praias o que está em causa é a inexistência de planos de manutenção dos equipamentos que deveriam existir desde que se instala o equipamento e que pelos vistos se existem, é só no papel.
Quer num caso quer no outro, o Executivo Camarário e nomeadamente o seu Presidente demonstram a falta de projecto e cuidado como gerem o concelho."

1 comentário:

A Arte de Furtar disse...

Este texto é das "Produções Fictícias"?
Este texto é do Bruno Nogueira?
Ainda bem que "fui eu que tive a ideia"!!!
Ganda PPD!
Obrigado por zelares pelo meu bem estar. Mas vocês já não estiveram no poder?
Ainda me lembro do Oásis...