.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

sexta-feira, 22 de julho de 2016

A erosão, sempre a erosão...

Foto António Agostinho
Ontem, aí pela 21 horas, a luz difusa de um quase anoitecer, permitiu esta imagem a sul do quinto molhe na Praia da Cova.
A erosão é uma constante.
Nada do que vemos hoje na natureza se apresenta como há milhões de anos. 
Tudo sofreu os efeitos da erosão, tudo se modificou. 
E o principal culpado foi - e continua a ser - o ser humano.
Connosco, a erosão também acontece.
Só que num espaço de muito poucos anos! 
Há que viver a vida a toda a hora. Só temos esta e ninguém nos dá outra...
Por muito que alguns a prometam...

1 comentário:

Anónimo disse...

Isto é o resultado de cerebros em erosão.