.

#FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA.#FIQUE EM CASA.

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Da visibilidade...

No dia em que um tal António Agostinho foi à Assembleia Municipal, realizada no passado dia 29 de Abril, falar no período antes da ordem do dia, sobre o Posto Médico da Cova e Gala, tanto o presidente da câmara, como o vice-presidente não estiveram presentes para ouvir o munícipe.
E, ironia do destino, foi isso que acabou por ficar na lembrança de muita gente, isto é, foi isso mesmo que acabou por dar visibilidade, importância e atenção à intervenção desse tal de António Agostinho...

Resumindo e concluindo.
A visibilidade não depende de se estar em primeiro ou segundo plano para alguém. De se ser amigo, ou ignorado por alguém, mesmo que esse alguém esteja conjunturalmente no poder. 
Um simples rodar no anel de focagem acaba por fazer toda a diferença. 

1 comentário:

A Arte de Furtar disse...

A herança: o fedor do povo!
Brilhante cartoon.